sábado, outubro 31, 2009

Será candidato ao título de líder do PSD?

Porrada no PSD

Não sei se foi por ter ouvido o “Professor” Marcelo Rebelo de Sousa dizer que se recusava a entrar no ringue, parece que o Morais Sarmento pondera a possibilidade de voltar a calçar as luvas e tentar conquistar o título de líder do PSD. Seja ele ou outro qualquer, não vejo que faça diferença quem ganhe tal é a confusão que vai naquele partido. Que se partam e preferencialmente que vão para o raio que os parta.

A face oculta dos negócios

Operação face Oculta

Interessante o percurso deste amigo e colega do auto-intitulado Engenheiro que passou de um Zé-ninguém no PS a administrador da Caixa Geral de Depósito que o acabou por colocar como Vice-Presidente do BCP. Habilitações e capacidade para ocupar o cargo é algo que nunca ninguém descobriu, mas isso nunca pareceu trazer qualquer dificuldade à sua fulgurante carreira. É agora arguido na Operação face oculta por suspeita de corrupção. Nada que surpreenda.

sexta-feira, outubro 30, 2009

Aventuras de um Boliqueimense na corte do Rei de Espanha

Reis e Presidentes

Os Cavacos foram para Espanha para ter uma amena cavaqueira com os Reis de lá. Conversas tão banais como banal é a solução que, de lá, encomendou ao país. É preciso aumentar as exportações. O homem é um génio porque ninguém sabia ou se tinha lembrado disso. O mais fantástico é que isso é noticia nos telejornais e debatido por economistas e comentadores. Se calhar eles não sabiam.

25 Euros de pobreza

Salário minimo

O presidente da CIP entende que empresas continuam a precisar de apoios, pelo menos até 2011. Sobre o aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN) em 25 euros, Francisco Van Zeller defendeu que, em 2010, esta retribuição não deve ser aumentada porque as empresas correm o risco de fechar. Vale a pena ouvir.

É assim mesmo, o estado que continue a apoiar as empresas com o dinheiro dos nossos impostos que eles não podem dar uns miseráveis 25 euros (80 cêntimos por dia) a quem vive com 450 euros de ordenado mínimo. Se não podem então algo está errado porque eu não vejo faltar dinheiro para pagar dezenas ou centenas de milhares de euros aos administradores e gestores. Quando ouvimos que políticos trabalham para dezenas de empresas, (lembro-me do Nobre Guedes que para ser ministro do ambiente teve de abdicar de 30 cargos em empresas), e onde só devem ir quando o rei faz anos e recebem milhares de euros não podemos deixar de nos revoltar. Vão todos à merda e quem trabalha acorde e lute pelos seus direitos. Já basta desta pouca-vergonha.

quinta-feira, outubro 29, 2009

Novas caras no novo governo 3

Ministro Agricultura

António Serrano, o novo Ministro da Agricultura e Pescas afirmou não estar preocupado com a tarefa que tem pela frente nem lhe parecer que o trabalho vá ser muito difícil. Realmente as funções dos anteriores ministros parecem não passar de distribuir os subsídios que chegam da Europa e assistir, sentado, ao fim da agricultura familiar e das pequenas e médias explorações agrícolas. A única preocupação que os pode afectar são as manifestações dos agricultores a exigir ainda mais subsídios e as popularices do Paulo Portas. Está por isso descansado o novo ministro que não pensa, certamente, tomar as medidas necessárias para interromper a destruição da nossa agricultura e transformação de Portugal num enorme “green” para satisfação da Europa.

A dor de corno

Dor de corno

Luís Filipe Menezes admitiu hoje que poderia estar neste momento a formar governo, caso não tivesse abandonado a presidência do PSD.

A Minha sugestão ao Menezes é que concorra de novo à liderança do PSD. Este país bem necessita de palhaças para nos fazer rir.

quarta-feira, outubro 28, 2009

Os velhos do novo governo - 7

o amigo americano

Este continua com a pasta que todos gostam de ter num governo; os Negócios Estrangeiros. Viaja-se, nunca se tem muitas chatices e conhece-se gente poderosa, que nunca se sabe como é o futuro, que o diga o Durão barroso que foi parar a Presidente da Comissão Europeia sem saber como só por ser uma marioneta. É sempre dos ministros mais populares porque, embora não seja verdade, é o que parece lixar-nos menos. Condições indispensáveis para ocupar o lugar não são muitas, basta ser pró-americano, apoiar as guerras onde ele se meta e sorrir para as câmaras. Ser mentiroso também ajuda como se viu no caso dos voos da CIA e de Guantanamo.

PS: O Procurador não disse há alguns meses que a investigação ia sair na semana seguinte?

Barbies, Yes he Ken

Barbies,  Yes he Ken

Com um PSD destes vamos sofrer o Sócrates por muito, muito tempo. Isso ou então os portugueses percebem que há outras alternativas e que não é o capitalismo global a solução.

terça-feira, outubro 27, 2009

Novas caras no novo governo 2

 Ministra Cultura

Para a cultura, lugar que teve dois ministros na legislatura anterior mas de que ninguém se lembra da obra, porque não houve, o Engenheiro escolheu agora Gabriela Canavilhas, uma pianista que, confesso a minha ignorância, nunca ouvi tocar. Embora o Engenheiro tenha feito, “mia culpa” em relação à cultura durante a campanha eleitoral, afirmando que lhe deveria ter dado mais atenção e dinheiro, desconfio que a politica, a crise e a economia vai fazer ficar tudo na mesma. Foi por isso inteligente a escolha feita, pode não vir a fazer nada, mas pelo menos pode ir fazendo o acompanhamento musical dos Conselhos de ministro. Não nos dão cultura, mas vão certamente dar-nos música.

Um dilema à Groucho Marx

 Barriga laranja

Parece que a Manuela Ferreira Leite anda a tentar convencer o Paulo Rangel a concorrer à liderança do PSD para fazer frente ao Passos Coelho. Felizmente nada tenho a ver com esta gente e os seus problemas, mas não posso deixar de pensar que o dilema do Groucho Marx, de que nunca poderia ser sócio de um clube que o aceitasse como sócio, se aplica aqui também; Como poderá alguém escolher para líder alguém que apoiou a Manuela Ferreira Leite durante a sua liderança ou, pior ainda, alguém que é apoiado por ela.

segunda-feira, outubro 26, 2009

Enterrem-lhe a agulha já

 A gripe A dos porcos

O líder do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, considera que não faz sentido o alarmismo criado contra a vacina da gripe A e disse que aceita vacinar-se "com todo o gosto" na campanha que começa amanhã (hoje).
Eu não percebo nada de vacinas, micróbios e vírus assim como também não entendo muito de poder e da forma de o obter. Não sei o que o Louça entende de saúde mas pelos vistos entende bastante de poder, ou pelo menos começa a aprender as técnicas de lá chegar. Será que acabou o discurso revolucionário e chegou a hora de amansar a fera e nos mostrar a face de um político responsável? Injectem-no já com a vacina da gripe dos porcos, não a dos poderosos e dos governantes, mas a outra a que arranjaram para o povinho. Bem necessitamos de cobaias.

Os velhos do novo governo - 6

 Vamos malhar neles

Talvez por gostar tanto de andar a malhar por aí, o Engenheiro resolveu mudar o Augusto Santos Silva dos Assuntos Parlamentares para o Ministério da Defesa, (que com o Santos Silva se deveria passar a chamar Ministério da Guerra e da porrada). A partir de agora vai deixar de malhar nas oposições para malhar nos afegãos. Se der tanto nas vistas como deu o Severiano Teixeira seria bom; desaparecia das televisões de da nossa vista.

Até na vacinação da gripe dos porcos há uns porcos que são mais iguais que outros

 Vacina dos porcos

As autoridades de Saúde estão preocupadas com a recusa de alguns profissionais em serem vacinados contra a gripe A. Muitos enfermeiros e médicos têm recusado a vacina por não considerarem a gripe tão grava como alguns apregoam e por a vacina poder causar mais problemas que a própria doença. Por mais que a Ministra e o Director Geral de saúde e todos os que orbitam á sua volta, venham dizer que serão os primeiros a tomar a vacina, critiquem o que dizem ser as "posições infundadas" de pessoal médico e afirmar que "É uma questão de responsabilidade", a verdade é que muitos a recusam. Cá por casa também ninguém a vai tomar, sobretudo depois de sabermos que na Alemanha o governo pretende vacinar os governantes e o exército com uma vacina diferente daquela que vão distribuir pela população (a mesma que vai ser utilizada em Portugal). Parece que até na vacinação da gripe dos porcos há uns porcos que são mais iguais que outros.

domingo, outubro 25, 2009

Os velhos do novo governo - 5

 O cientista de olhos lindos

Este é mais um que continua a ocupar a mesma pasta que já ocupava anteriormente, não se pelos seus lindos olhos ou por ter aplicado a politica do Processo de Bolonha. O Engenheiro lá saberá.

Novas caras no novo governo 1

 Uma aventura

Para não dizerem que só aqui mostro as velhas carcaças que transitam do anterior governo, aqui está uma novinha em folha. Esta, a Isabel Alçada, vai substituir a Sinistra Ministra de quem se diz grande admiradora das suas politicas. Isto não augura nada de bom para o futuro e será sem dúvida mais uma aventura que, mesmo não fazendo parte do Plano Nacional de Leitura, os professores vão ter pela frente. Claro que, agora que os Socretinos não têm maioria absoluta, as oposições podem chumbar-lhes as intenções, mas ainda ninguém me explicou como vai ser descalçada a bota de existirem actualmente duas carreiras entre os professores. Vão despromover os titulares ou vão transformar todos em titulares? Convêm também prestar atenção ao facto de as oposições falarem em mudar o Estatuto da Carreira Docente e não na sua revogação. E a Gestão das escolas? Vão continuar os Directores? E o Conselho Geral? E a democraticidade na escola? Vai continuar o facilitismo para garantir boas estatísticas? Importante é que os professores não fiquem cegos pela avaliação e tomem a defesa da escola publica de qualidade nas suas mãos. Irão ser capazes?

sábado, outubro 24, 2009

O novo governo - 4

 Tratar da saúde

Outra que é transladada do governo anterior para o novo. Falinhas mansas para corrigir o descalabro que a politica do Correia Campos criou na popularidade do governo. Falinhas mansas, pouco mudou na política mas mais no estilo. Teve a sorte da gripe dos porcos ter atacado seu governo para distrair as atenções.

Se querem ring não vou

 O pugilista

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que «Já percebi que as pessoas (do PSD) querem ringue (de boxe)». «Se querem ringue, eu não vou».

Estranho, então porque o vemos treinar todos os dias na televisão?

sexta-feira, outubro 23, 2009

O novo governo - 3

 Da um chouriço a quem lhe der um porco

Aqui está outro Ministro que também deve ficar mesmo sendo o Ministro de Trabalho, que desde o 25 de Abril, apresenta a maior taxa de desemprego de sempre. Alterou a lei laboral, facilitando o despedimento e retirando direitos a quem trabalha. Alterou unilateralmente as regras do negócio que o estado tinha com quem fazia descontos para a segurança social, reduzindo o valor da reforma e aumentando a idade em que poderemos reformar-nos. Hipocritamente, é também que facilita a criação do desemprego seja também quem depois nos vem falar no esforço para acrescentar algumas migalhas a quem vê pela frente dois anos de subsídio de desemprego e depois a miséria de nada ter. Os que tiverem mais sorte talvez arranjem um trabalho miseravelmente pago e sem horários, garantias ou direitos. É ele o Ministro da pobreza, aquele que distribui a miséria em a quem já pouco ou nada tem.

PS: Afinal foi acabar na Economia. Uma forma de receber o agradecimento daqueles a quem entregou a dignidade e os direitos de quem trabalha.

Liberdade de imprensa

 Liberdade de imprensa

Portugal caiu do 16.º para 30.º lugar no ranking de liberdade de imprensa elaborado pela organização Repórteres Sem Fronteiras. Uma queda de 14 posições na lista dos mais respeitadores da liberdade de imprensa, passando a estar ao nível da Costa Rica e do Mali. Em 2008, Portugal estava em 16º lugar, com a Holanda, Lituânia e República Checa. O estudo - que analisa o respeito pelo trabalho do jornalistas e o número de obstáculos que enfrentam para chegar à informação - foi realizado em 175 países e considerou o período entre 1 de Setembro de 2008 e 1 de Setembro de 2009. São contabilizadas, entre outros variáveis, o número de agressões, prisões e ameaças políticas e económicas aos profissionais de comunicação, ameaças indirectas e pressões e censura.
A Repórteres Sem Fronteiras alerta ainda que a Europa, em conjunto, recuou em termos de liberdade de impressa.

Não há democracia, liberdade e justiça quando não há uma imprensa livre, quando há vozes que são silenciadas. Os governos têm nisto muita responsabilidade, mas talvez ainda mais terão os patrões dos órgãos de informação, os grandes grupos económicos que controlam televisões, rádios e jornais. Só assim se justificam as campanhas vergonhosas em defesa do capitalismo, com dezenas de economistas e comentadores, escolhidos a dedo, contratados para nos dizerem como devemos pensar. Programas como o que acabei de ver em que os convidados eram dois economistas, o chefe dos patrões e um empresário, sem existir quem possa contestar as “verdades” que nos impingem. Só assim se justifica que as verdades tenham um só lado e uma só versão. Só assim se justifica que ninguém se atreva a falar dos Bilderbergs, Iluminatis e outras organizações ao serviço dos Senhores que defendem a “Nova ordem mundial”. Ou não são estas seitas motivo para grandes reportagens e debates quando o Balsemão leva à reunião anual dos Bilderberg os políticos que nunca falam do assunto e que no ano seguinte assumem o poder. Não estranha, por isso, que toda a Europa tenha recuado no índice da liberdade de informação. Basta ver a forma como o Tratado de Lisboa nos foi imposto com a cumplicidade de todos, na recusa de referendos, nas ameaças a que não assinasse, com o medo como arma e com uma “lavagem de cérebro” feita em enormes campanhas publicitárias e informativas. Está em perigo a liberdade de informação e assim a liberdade de todos nós. Não fosse a internet e todos viveríamos num mundo de pensamento único. Aproveitemos enquanto podemos.


quinta-feira, outubro 22, 2009

O novo governo - 2

 sem dinheiro

Este também é uma certeza que vai continuar bem sentado no governo. É a crise, a economia, as finanças, o défice, as exportações, os impostos ou o endividamento, tudo serve para nos dizerem que não há dinheiro, que temos de apertar o cinto, que a pobreza e o desemprego são inevitáveis. Mostra-nos os bolsos vazios, mas não nos mostra a carteira de onde se servem os mais ricos, a banca e os grandes grupos económicos, que falam em crise aumentando os lucros. Este fica, porque embora tenha sido considerado como o pior ministro das finanças da Europa, serve bem os seus interesses.

O Inquisidor

 Inquisidor

Mário David, deputado do Parlamento Europeu, eleito nas listas do PSD, incentivou José Saramago a abdicar da cidadania portuguesa e confessou ter «vergonha de o [José Saramago] ter como compatriota». Para Mário David, «a outorga do Prémio Nobel (...) não lhe confere a autoridade para vilipendiar povos e confissões religiosas», razão por que diz ter «vergonha» de ter Saramago «como compatriota».

Pelos vistos o PSD “afina” mesmo com o Saramago. Já em1992, o subsecretário da Cultura, Souza Lara, vetou a candidatura do romance "O Evangelho Segundo Jesus Cristo", de José Saramago, ao Prémio Literário Europeu, justificando tal decisão dizendo que a obra não representava Portugal mas, antes, desunia o povo português. Agora é a vez deste tal Mário David, que pela galeria de fotografias da sua página na internet anda muito mal acompanhado com gente como o Berlusconi, Durão Barroso e até o Papa, se vir armar em Inquisidor recusando a liberdade de cada um dar a sua opinião sobre seja lá que assunto for. Quem desejar dizer-lhe o que pensa pode faze-lo aqui : http://www.mariodavid.eu/contactos
Eu já lá fui.

quarta-feira, outubro 21, 2009

Caim

 Caim

Goste-se ou não da pessoa, goste-se ou não da escrita, quem não gosta nada é a igreja. Zangam-se, e zangam-se porque sabem que o que ele analisa de forma racional, lógica e cientifica o seu livro sagrado e facilmente mostra exemplos de como aquele Deus, que o homem criou, é cruel e mau. As contradições e discrepâncias são mais que muitas e facilmente evidenciadas. Contra isto, tudo o que a igreja pode argumentar é a Fé cega e irracional. Por isso se zanga, como sempre se zangou quando alguém a ousa questionar. Que se zanguem, mas não chateiem.

O Novo Governo

 o boneco

Enquanto não sabemos que sai do anterior governo e quem entra no novo resolvi fazer o boneco daqueles que penso vão ficar. Começo pelo Ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, um ministro que ninguém sabe muito bem o que faz para além de aparecer, sempre que necessário defender a honra do governo ou do Sócrates, /e não foram poucas). Mas, sendo também o “Marques Mendes” do PS, o eterno número dois, é também o barco direito e a marionete do Engenheiro. Este fica de certeza.

terça-feira, outubro 20, 2009

Lopes, Santana Lopes

 O destruidor

Este, como qualquer outro James Bond não morre. Por onde passa, deixa tudo em fanicos, vai-se embora, mas volta sempre. Volta porque não sabe fazer mais nada e porque não tem mais nada para fazer. Se a próxima eleição que vai haver por aí é para líder do PSD, podem certamente contar com ele, porque certamente vai aparecer por lá.

O Manipulador

 O manipulador

Também do “Professor” se tem falado muito como putativo candidato à liderança do PSD. Nada diz mas não cessa de fazer a politica do “caso”, da sugestão e da manipulação. Tanto atira uma casca de banana ao Sr. Silva, como fez quando o aconselhou a “puxar as orelhas” ao assessor que tentou criar o falso caso de escutas em Belém, colando-o definitivamente à sua responsabilidade na trafulhice, como vai puxando o tapete à Manuela Ferreira Leite enquanto a vai apoiando.
Mais que ser líder do PSD, o que ele realmente gostaria era de ser Presidente da Republica, mas isso obriga a que o Sr. Silva saia da frente. Não me parece que se vá queimar à frente de um partido que se desfaz a cada dia que passa.


segunda-feira, outubro 19, 2009

Alguém tem visto o Loureiro?

 Onde está o Wally

O Barão

 O Barão

Depois do Passos Coelho aqui está outro a candidatar-se à cadeira da Manuela Ferreira Leite. Este "convidado dos Bilderberg", auto-propôs-se para líder do Grupo Parlamentar à revelia da direcção do Partido, obrigando-a a ir atrás dele num apoio forçado, colocando-se em posição de partida para a corrida. E vão dois.

domingo, outubro 18, 2009

VI Farra Blogosférica

Jantar

Aproxima-se a data da próxima Farra Blogosférica. É já no próximo dia 30 num restaurante da zona de Lisboa, a designar após sabermos quantos bloguers vão estar presentes. Quem desejar estar presentes basta ir [AQUI] e deixar um comentário com o nome, o blog se assim o desejar, se vai só ou leva acompanhante(s) e um contacto para podermos comunicar alguma alteração. Depois é só aparecer no dia e hora marcadas no local de jantar acompanhado da boa disposição.

ACTUALIZAÇÃO

O Restaurante está escolhiddo e é “O Púcaro” que fica na Praça da Alegria e onde se costumam fazer as tertúlias Orpheu. Como tal tem capacidade para receber grupos grandes e está habituado a estas barafundas colectivas.

O Púcaro
Praça da Alegria, 38 - r/c
Lisboa

O Sr. Cunha (dono) propôs que se escolhesse um prato único (sujeito a excepções pontuais) que poderá ser um destes:

- Carne de porco assada no forno com batatas de forno;
- Bacalhau à Brás;
- Escalopes de vitela;
- Febras grelhadas

O menu completo: entradas de pão manteiga, etc., o prato, as bebidas, a sobremesa e o café ficam em 12 euros/pessoa (o que for a mais é à parte). Uma semana antes convém estar tudo escolhido para combinar com ele, ou seja até dia 23 devemos chegar a um consenso sobre o prato.

O restaurante não é de fumadores mas pode-se fumar ou à porta ou num quintalzinho nas traseiras que tem umas mesinhas.

Digam de vossa justiça para ver se podemos avançar.
Um abraço

ACTUALIZAÇÃO 16OUT

Já somos 28 amigos à mesa e a data aproxima-se. Quem também desejar participar está na hora de se inscrever e aqueles que vão e ainda não disseram a sua preferência para a paparoca de o fazerem. (A carne assada vai à frente).

Uma lição com 20 valores

 Credibilidade democratica

O representante dos alunos do Liceu Camões destacou-se hoje durante as comemorações dos 100 anos da escola ao tecer duras críticas à política educativa, acusando a ministra da Educação de “tirar credibilidade à democracia”. Pedro Feijó, que discursou de improviso, criticou o que disse serem os “entraves que foram postos à democracia nas escolas pelas novas políticas de Educação” e “a linha de orientação errada que a Educação tomou”. “O que o Ministério fez foi tirar credibilidade à democracia dentro e fora da escola”, sublinhou.
Entre os exemplos que considera negativos das políticas educativas do Governo cessante, o aluno apontou o novo Estatuto do Aluno, considerando que, em vez de falar dos estudantes como “os agentes construtores da escola, fala como essas pessoas iguais e padronizados, que vêm às escolas apenas para fazer os seus testes e competir por um futuro que não é garantido e que devia ser um direito”.
Outro exemplo daquilo que considerou “um dos maiores ataques à democracia” é o novo modelo de gestão das escolas, que “tira a representatividade e o poder aos estudantes e outras classes nos órgãos de gestão, dando-o a agentes exteriores à escola”.
“Por melhor que essa colaboração pudesse ser, não podemos prescindir de direitos tão fundamentais como a eleição do director da escola e a elaboração do regulamento interno”, sublinhou, motivando fortes aplausos entre a audiência.
Mas, para o jovem estudante, pior do que qualquer lei, “foi a atitude do ministério”. “Desprezou manifestações com milhares de estudantes, só por sermos menores, como se por sermos estudantes de secundário não tivéssemos uma palavra a dizer. Desprezou abaixo-assinados, incluindo um com dez mil assinaturas de estudantes, que pediram a revogação destas leis. Desprezou manifestações com várias dezenas de milhar de professores que lutavam pelos seus direitos, pelas suas escolas”, sustentou.

Uma lição de cidadania e uma visão clara daquilo que foi a desastrosa politica educativa deste governo de uma forma clara e precisa como até hoje não ouvi nenhum professor conseguir fazer. Merece 20 valores.

Anarquista espanhola

 anarquista espanhola

O ainda ministro da Presidência, Augusto Santos Silva, defende que, a presidente do PSD faz lembrar uma «anarquista espanhola».

Incrível como esta personagem se atreve a insultar as anarquistas espanholas com tão horrível comparação.

sábado, outubro 17, 2009

Visita de médico

 fim da festa

Ainda muitos deputados estavam a entrar na Assembleia da Republica pela primeira vez, já alguns renunciaram ao cargo ou o suspenderam. Uma autentica visita de médico,o
João de Deus Pinheiro, cabeça de lista do PSD por Braga foi logo dos primeiros, alegando razões pessoais, razões que já tinha quando se candidatou. Só o fez para ajudar o seu partido, mesmo que com isso tenha mostrado que só esteve a enganar as pessoas de Braga e que a politica de verdade da sua líder, a Manuela Ferreira Leite não passava de palavras escritas em cartazes.

Quanto ao outro caso, o do António Preto, aquele que andava de um lado para o outro com malas de dinheiro e fingiu partir o braço para poder não fazer prova da sua assinatura na Policia Judiciária, já é mais incompreensível. Porque raio concorreu ele se não era para assumir o cargo? Se é para tentar limpar a imagem da Manuela Ferreira Leite, parece-me que já veio tarde.

E agora?

 fim da festa

Que confiança se pode ter num homem que aceita fazer coligação com todos, da direita á esquerda, não interessa quem, só para se manter no poder. Que confiança pode ter um trabalhador ou um desempregado em quem não se preocupa com as politicas que vai fazer, mas simplesmente em manter-se no poder. Ou então, sabia que nenhum outro partido aceitaria governar sob o programa do PS, como aconteceu, pelo menos em público, que por debaixo dos lençóis nunca sabemos o que se diz ou faz, (só imaginamos). Sabia e queria para, quando as coisas correrem mal, atirar com as responsabilidades de uma ingovernabilidade para cima dos outros. Se até o Sr. Silva o soube fazer, muito melhor o saberá fazer o Engenheiro, que pelo menos a vender “banha de cobra, não tem rival. E que confiança me pode dar um vendedor de banha da cobra com Primeiro-ministro? Talvez a mesma que me dá um Sr. Silva de Boliqueime no Palácio de Belém; nenhuma.

sexta-feira, outubro 16, 2009

O primeiro a sair da cartola

 Sair da cartola

Aqui está o primeiro coelho a sair da cartola no assalto ao poder no PSD. Não sei muito bem porquê, mas tenho o pressentimento que ainda me vou rir muito nesta guerrinha intestina.

Gollum ou Sméagol?

 O Senhor das Feiras Gollum

Esteve reunido com o Engenheiro e saiu a dizer que recusou acordos ou coligações de governo. Compreendo-o, no estado em que está o pais e conhecendo o Sócrates ninguém se quer reunir a ele. É como se tivesse sarna e ninguém quer correr o risco dos custos eleitorais num governo que muito provavelmente não chegará ao fim da legislatura, mas o Portas já veio dizer ao PSD que é necessário viabilizar este governo para que o Engenheiro não se possa fazer de vitima e reclamar uma nova maioria absoluta em novas eleições. O Portas é mau e arrogante como o Engenheiro, mas também não é parvo. Parvos somos nós, que aceitamos que esta gente chegue ao poder e, mesmo depois de toda a porcaria que fazem, continuamos a colocá-los lá.

quinta-feira, outubro 15, 2009

Uma Europa cheia de má fé e de marionetas

 Maeioneta europeia

Durão espera que checos cumpram «obrigações» sobre Tratado de Lisboa. Durão Barroso espera que os checos não inventem «obstáculos artificiais», considerando que «é do interesse da República Checa não retardar ainda mais as coisas». O Presidente da República Checa tem tentado bloquear o processo. É essa a razão que levou Durão Barroso a recordar que a União Europeia está baseada sobre alguns «princípios e valores» entre os quais o «princípio do Direito europeu e internacional da boa-fé e da cooperação leal entre os Estados-membros».

E ele e a EU não deviam também cumprir as suas obrigações de respeitar a democracia? Não foi um “artifício artificial” a repetição do referendo na Irlanda, alterando as condições para esse país em relação aos outros. Vem falar de a EU estar baseada em princípios de valores quando são os primeiros a não respeitar o mais fundamental de todos que é o direito de podermos decidir quanto ao nosso futuro. Não combinaram não referendar o tratado para não haver perigo de ser rejeitados pelos cidadãos? Não desrespeitaram o não Irlandês? Qual direito europeu, qual boa-fé? Aquela que lhes convêm, que lhes serve os interesses e que teme a vontade dos cidadãos? Gentinha esta, lacaios dos Senhores da Nova ordem Mundial e dos Bilderbergs e Ilumionatis. Que moral tem esta gente para falar de direito e boa-fé. Cambada de bandalhos e traidores é aquilo que são.

À Espera

 Estatua

Parece que o PSD decidiu manter a Manuela Ferreira Leite a fazer o papel de líder enquanto organizam as forças para os abutres se lançarem na luta pelo poder. N sua teimosia ela aceita o triste papel numa altura em que o Engenheiro procura apoios para o seu novo governo e se diz “de espírito aberto e coração limpo”. Realmente o Cadilhe tinha razão quando disse que o Sr. Silva era um eucalipto que secava tudo à sua volta. Este PSD está seco e não há ninguém que consiga sobreviver a uns meses de liderança. Ainda bem, só é pena que os Socretinos não sofram da mesma maleita.

quarta-feira, outubro 14, 2009

Espirito aberto e coração limpo

 espírito aberto coração puro

À saída da reunião com o Sr. Silva, onde foi indigitado para formar o novo governo, o Engenheiro afirmou que ia reunir com todos os outros partidos com «Espírito aberto e coração limpo». Para quem sofra de amnésia ou acredite em milagres foi um lindo discurso, mas para quem sofreu a prepotência e a arrogância dos últimos quatro anos só pode olhar-lhe para o nariz para ver quantos centímetros cresceu quando o disse.

A Santa Fátima de Felgueiras caiu do andor

 entrar no convento

Uma das melhores noticias das autárquicas foi a queda da Santa Fátima de Felgueiras do seu andor. Ver a corrupção ser finalmente penalizada nas urnas é um bom sinal, como mau foi ver outros, como o Isaltino e o Valentim Loureiro, serem reeleitos. Quando aprenderemos a defender a honestidade e a seriedade daqueles a quem entregamos a responsabilidade de gerirem os dinheiros públicos?

terça-feira, outubro 13, 2009

Roubalheira a alta velocidade

 Brisa portagem A5

Como anda por aí muita gente mais inteligente que eu, quem sabe alguém me pode explicar porque vai a Brisa aumentar a portagem da A5, com o argumento de perder receitas com a abertura da nova A16, se a A5 está engarrafada todos os dias. Uma auto-estrada é paga e deve, salvo haver um acidente ou estar em obras, escoar o trânsito. Isso não acontece com a A5 onde, de manhã e à tarde, quem a usa desespera em longuíssimas filas. O que a Brisa deveria fazer, para justificar a portagem que recebe, era tentar encontrar soluções para evitar os enormes engarrafamentos diários, e não cobrar mais porque tem menos trânsito numa estrada que não comporta o que já tem. A isto chama-se enganar os utentes e ainda lhes chamar de parvos.

Os festejos da vitória laranja

 autárquicas tristes

Foi surpreendente ver a Manuela Ferreira Leite, um cadáver de uma líder que teimam em colocar à frente das câmaras da televisão, vir com uma cara mais própria para quem está num funeral, anunciar a vitória do PSD nas eleições autárquicas. Não fosse tão patético e triste até teria graça. Claro que com os males do PSD posso eu bem pois não espero que seja dali que surjam soluções para os problemas deste país, mas tenho de confessar que é um partido que não pára de me dar motivos para lhes fazer bonecos.

segunda-feira, outubro 12, 2009

De volta á realidade de onde nunca saímos

 palhaços de novo

Agora que se acabou o carnaval das eleições, o Sr. Silva lá vai indigitar o “Engenheiro” para destruir um pouco mais este país e para nos convencer que os direitos que este povo tem são privilégios e que os privilégios de alguns são direitos inalienáveis. Vêm lá mais truques de prestidigitação para nos enganar e iludir, porque por mais palhaçadas que façam os palhaços acabamos sempre por sermos nós. Até ao dia em que a casa caia.

O dia seguinte

 O dia seguinte

Alguns dos candidatos autárquicos, especialmente nos grandes centros urbanos, já tinham afirmado que se não ganhassem as eleições não iriam aceitar ser simples vereadores. Ou Presidentes de Câmara ou nada. A Elisa Ferreira lá vai para Estrasburgo para a sua mordomia como deputada europeia e o Santana, que nunca soube fazer nada, lá vai continuar por aí.

domingo, outubro 11, 2009

Policia á moda da Madeira

 policia privado

Na terra da democracia e da liberdade, segundo as palavras da Manuela Ferreira Leite, a Madeira, Alberto João Jardim acusou a Policia de Segurança Publica de estar ao serviço dos “contenentais”. Já o tinha feito com jornais, televisões, juízes, Presidentes e todos aqueles que se atrevem a não servir os seus interesses. Dispensou a segurança da PSP e contratou segurança privada para o acompanhar. Logo no primeiro dia a coisa deu resultados e os candidatos do PND que pretendia manifestar-se numa das muitas inaugurações que faz sempre que há eleições, levaram uns sopapos na cara.
Declare-se imediatamente a Independência do Continente em relação á Madeira para pelo menos não vermos a incapacidade de um partido, o PSD e de todos os Presidentes que passaram por Belém, de obrigarem o homem a cumprir com as leis da democracia. É que esta falta de coragem para afrontar o Bicho da Madeira envergonha qualquer um.

PSICO (Remake presidencial)

 assustados

sábado, outubro 10, 2009

Dia de reflexão autárquica

 Tony Carreira

Nesta campanha ainda não aqui falei nem do Valentim, da Felgueiras e de tantos outros autarcas que envergonham a vida autárquica. Na véspera das eleições, neste dia que dizem de reflexão talvez fosse bom pensarmos se queremos continuar a dar cobertura ao crime e à corrupção, se queremos continuar a ver esta gente a gerir os dinheiros da nossa terra. Também aqueles que, com electrodomésticos, chouriços, canetas, bicicletas e outras bugigangas nos tentam “comprar” o voto, tratando as populações como gente parva, não o deviam receber nunca. Tanto gritamos contra o populismo e contra a corrupção dos nossos políticos mas, no dia em que podíamos correr com eles, voltamos a elege-los. Rua com esta cambada e já amanhã na hora do voto.

 corrupto

Desculpem lá repetir este boneco, mas Oeiras é o meu concelho

O Prémio Nobel da Guerra

 Prémio Mobel paz

O presidente dos EUA foi distinguido com o Nobel da Paz no dia em que vai reunir com o conselheiro de guerra, para avaliar a necessidade de reforçar a presença militar americana no Afeganistão. O Nobel deve estar a dar voltas no túmulo.

 Prémio Mobel paz Justificar completamente

sexta-feira, outubro 09, 2009

O novo Marquês e o seu leão Sousa Cintra

Marques de Pombal

O Leão Sousa Cintra afirmou que o Santana Lopes foi o melhor Presidente da Câmara de Lisboa depois do Marquês de Pombal. Só me faltava mesmo ouvir esta.

Partilhe