sexta-feira, março 24, 2006

Jacques Chirac ou o chauvinismo francês

O presidente francês, Jacques Chirac, abandonou ontem a sala onde os líderes europeus estavam reunidos, em Bruxelas, em protesto pelo facto de o presidente do patronato europeu, o francês Ernest-Antoine SeilliSre, ter decidido falar em inglês.
Ao ouvir as primeiras palavras de SeilliSre, em inglês, Chirac interrompeu-o. Como resposta, ouviu que era a “linguagem dos negócios” e deixou a sala.

5 comentários:

  1. Deviam por a regra de ser obrigatório todos falarem em Chinês para evitar ferir susseptibilidades.

    ResponderEliminar
  2. Luis Lima24/3/06 15:58

    Ultimamente anda mais habituado a ouvir os estudantes e esses gritam em Francês.

    ResponderEliminar
  3. alguém tem q explicar a Chirac q já não estamos no século XIX e que a Frabnça já não é uma superpotência...

    ResponderEliminar
  4. Os Franceses não sabem Inglês porque o seu governo assim o quer. Quando estou em Paris, desespero com a televisão, todos, mas MESMO TODOS os filmes, series são dobradas por umas irritantes vozes Francesas.
    A rivalidade entre França/Inglaterra já vem de longe...o Chirac, fez o que outro qualquer atrasado mental presidente francês teria feito!

    ResponderEliminar
  5. Sei bem do que falas. Tambem em Espanha se passa o mesmo. Na minha profissão tenho que comunicar com os pilotos de aviões, em voo, e sendo a lingua aeronautica o Inglês, é um problema falar com os Franceses e sobretudo com os Espanhois. Sou totalmente contra as dobragens de filmes.

    ResponderEliminar