segunda-feira, março 27, 2006

Um mês de alegre Cavacada

.......................................................
A Imagem foi retirada por pedido expresso pelo autor do quadro adaptado Bertrand Joliet
.......................................................
Após um mês da tomada de posse de Cavaco Silva o que mudou em Portugal? Para falar verdade quase nada. Alguns tachos, algumas nomeações e um Palácio em Belém mais mal frequentado. Vendo as coisas mais à lupa foi assim:
Começou, e muito bem por receber os representantes dos países africanos de expressão Portuguesa e fez uma viagem a Cabo Verde para assistir à tomada de posse do novo Presidente (que se saiba desta vez não fez a macacada de trepar nenhum coqueiro).
Recebeu ainda em audiência, o ministro francês de Estado e da Administração Interna, Nicolas Sarkozy, e o Presidente do Partido Popular Espanhol, Mariano Rajoy. Facto interessante é este novo roteiro dos políticos da direita europeia, que começam por uma visita a Belém acabam sempre na Sede Nacional do PSD.
Efectuou a primeira reunião semanal com Sócrates e, que se saiba, o único facto relevante relatado pela comunicação social é o ter acontecido sentados a uma mesa. Sempre dá uma ideia de que estão a trabalhar e não só a conversar, o que possivelmente nem é verdade e, vendo bem, é melhor para pousar as cervejolas e as alcagoitas (ninguém me tira da ideia que é isso que eles fazem nesses encontros e é por isso que nunca fazem declarações à saída).
Quanto às nomeações, lá foi buscar os amigos para colocar no Conselho de Estado e gente do PSD para ocupar toda a panóplia de cargos que por lá existem, sem que se saiba muito bem para que servem (Marques Mendes deve hoje ir queixar-se que está a ficar sem gente dentro do partido já que estão todos a ir para Belém e propor por isso que lhe arranjem um cantinho do Palácio para onde possa transferir a sede nacional).
Para hoje está programado um dia de trabalho muito intenso e chato. Receber o emigrante, e cara de cherne, Durão Barroso na sua condição de Presidente da Comissão Europeia, (até da vontade de rir só de pensar nisso) e os líderes do PSD e CDS. Recebe ainda o ministro da Defesa da Tunísia, Kamel Moriane (facto muito relevante para o futuro das relações entre os dois países, suponho eu) e o Procurador-geral da Republica, Souto Moura. Prevê-se que nesta audiência, seja abordado o caso do famoso “envelope 9” e que o procurador prometa que a conclusão do inquérito rapidíssimo que está a efectuar deva acontecer para breve, ou seja, o mais tardar para o dia seguinte ao do fim do seu mandato, o que deve acontecer lá para Outubro.
Podemos portanto concluir que este primeiro mês mostra uma presidência muito familiar, recebendo os amigos para agradáveis bate-papos e pouco mais.
Uma referencia para a Maria, da qual nada se sabe, podendo portanto supor-se que deve andar nas limpezas da Primavera.

5 comentários:

  1. Ele e a Maria ainda andam a arrumar a casa. Esperemos que depois não se lembrem de desarrumar o país ainda mais

    ResponderEliminar
  2. antes do mais, deixo aqui um entusiástico "parabéns" pela bonecada! Inspirada e bem humorada! Muito Bem!

    Quando a Cavaco e à Presidência Cavaquiana... Cavaco vendeu a imagem e os tugas compraram a mesma, na base de que seria um "fazedor" e não um mero "representante" como foi o morno e passivo Sampaio. Os portugueses "vetaram" a postura passiva de um PR, ao votarem em Cavaco. E afinal este parece tão inócuo e "presidencial" como Sampaio. E nisso, está bem! O cargo presidencial não é Executivo! O erro e o problema foi o de Cavaco ter vendido a ideia de que podia agir de modo diferente.

    Isto é: comprámos Cavaco por Lebre. Quando era apenas mais uma... Lesma.

    ResponderEliminar
  3. Rui: Obrigado pelo elogio e pelo apoio.
    Se tivessemos comprado cavaco por lebre estavamos nós bem. O pior é que esta lesma é intragavel.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Mas o que é que se esperaria de um palácio amanhado em Vivenda Mariani III ?!
    Desde que vimos, na lavandaria, a foto de imprensa do friso Silva a marchar, rampa acima, rumo à entronização que esperamos, quietinhas e sem grandes comentários, pelas lavagens a sério. Atenção à lixívia e aos detergentes com fosfatos!Por enquanto os acólitos são apenas a mediocridade esperada...

    ResponderEliminar
  5. Mudanças? O problema está no facto de o Presidente da República em Portugal não ser mais do que um enfeite. Não pode fazer muito, o PM é quem governa, o Presidente pode no entanto chatear de vez em quando, mas, quanto a mudar alguma coisa...nahhh!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo