segunda-feira, maio 29, 2006

Mais Laranjas amargas para Cavaco do Jardim da Madeira



Alberto João Jardim pediu ao Presidente da República que obrigue o Governo de José Sócrates a assumir, como compromissos de Estado, as 35 promessas feitas à Madeira pelo do anterior executivo de Durão Barroso, antes das eleições regionais de 2004. "Não ajudámos a eleger o professor Cavaco Silva para ele ver os comboios passar", lembrou ontem o líder madeirense na abertura do XI Congresso Regional do PSD.»
.
Até quando vai Cavaco Silva "chupar" esta laranja amarga produzida pelo Jardim da Madeira?
Depois de não dizer nada, após o desrespeito de Alberto João Jardim para com as instituições da Republica, ao assumir que não cumpriria com a lei das incompatibilidades aprovada na Assembleia da Republica afirmando, “Como nós não a vamos aplicar, eu não sei se Portugal continental ou o Estado central ainda têm barcos de guerra para ocupar a ilha”, vê-se agora acusado de “andar a ver comboios passar”.
No primeiro caso fomos, todos nós que fomos desrespeitados, mas no segundo é um apontar o dedo directamente à pessoa Cavaco Silva. Irá ele engolir mais esta laranja amarga ou sairá finalmente detrás dos “pobrezinhos” onde tem andado escondido?
.
Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

14 comentários:

  1. A sorte do homem é que até lá passam os da linha...
    Se ele se calou perante uma onfensa à Nação, com a qual enchem a boca...
    Enfim, veremos!
    Abraços

    ResponderEliminar
  2. tb:
    Como a coisa agora é pessoal pode ser que o Cavaco se ofenda,...ou não.
    bjs

    ResponderEliminar
  3. eh pá!
    não pressionem muito a criatura!
    acham que ele é capaz de tratar de dois assuntos ao mesmo tempo?

    ResponderEliminar
  4. a estratégia de cavaco para com jardim tem sido a de ignorar as boçalidades jardínicas. Mas estas não param de subir de nível... O certo é que Jardim pela primeira vez encontra no cargo de PM e no de PR dois individuos que aparentemente não são os "patos" do costume... Agora, como nunca, Cavaco (de quem Jardim nunca gostou) e Sócrates (PS... e teimoso como uma mula) podem optar por enfrentar Jardim.

    A questão é: Vão fazer aquilo de que são capazes: enfrentar a "Besta".

    ResponderEliminar
  5. luikki:
    Ainda não o vi tratar de nenhum, mas continuo à espera.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Rui:
    A perguntar qual seriam as condições da ilha para sobreviver sozinha, o homem, dizendo que não quer ser um novo Timor ou Cabo Verde, vai falando em repensar a Madeira. Pede para se "libertar" dos socialistas-comunistas de Lisboa ou então....
    Se o Cavaco se cala vai acabar por mostrar que afinal não passa de um tigre de papel. Esperar para ver, embora seja pena que a Comunicação Social "esconda" o assunto
    um abraço

    ResponderEliminar
  7. Acho que vai mesmo esconder-se atrás dos pobres.
    Já começou a fazê-lo aliás, como se pode constatar pelas notícias de hoje no 1º dia do seu "Roteiro para a Inclusão".
    Não sei porquê mas soa-me a falso.

    ResponderEliminar
  8. Carminda:
    Que fez ele por essa gente quando foi 1º Ministro e teve o dinheiro da UE? Nada, que me lembre.
    um beijo

    ResponderEliminar
  9. Mas o que dói é que agora até lhe oferecem pãozinho e tudo.
    Povo de brandos costumes, mesmo.

    ResponderEliminar
  10. Carminda:
    Ñós somos mesmo assim. É por estas e por outras que fazem o que querem connoscos
    bjs

    ResponderEliminar
  11. kaos, vai chupar enquanto esta lhe for dada pelo Jardim!:D O nosso Fidel Castro

    ResponderEliminar
  12. Alien:
    Não sei se não vai ter de enjoar mais cedo do que pensa. Isto se a nossa Comunicação social continuar a não levantar o problema.

    ResponderEliminar
  13. Anónimo1/6/06 19:14

    Eu metia uma laranja no Jardim e num era pela boca!

    ResponderEliminar
  14. anonimo:
    Por pode ser já :)

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo