segunda-feira, julho 24, 2006

Até quando vai o crime compensar?

Foi uma sorridente e calma Secretária de Estado Norte Americana, Condolezza Rice, que afirmou no fim da semana passada, que o seu objectivo para o conflito Israel/Líbano não passava por um cessar fogo, mas sim por encontrar as condições para uma paz duradoira na região. Até parecia poder fazer algum sentido, não fossem os civis inocentes que estão a morrer em ambos os lados das barricadas (mais, muitos mais do lado do Líbano tal a desproporção das forças em confronto). É em nome deles que se deveria procurar parar com as hostilidades, parar com as mortes e, depois, procurar então as tais soluções duradoiras.
Hoje ouvi a noticia que finalmente se deslocou à região, e quando pensávamos que ia utilizar o peso dos EUA na resolução do problema, foi com grande surpresa que soube que aquilo que tinha vindo fazer era, autorizar Israel a continuar com os bombardeamentos durante mais uma semana. Mas que direitos têm os EUA para vir decidir se um país pode e durante quanto tempo largar bombas sobre outro? Que direito tem essa cadela raivosa de vir condenar à morte mais alguns milhares de inocentes? Que raio de mundo é este que se cala perante tal prepotência e permite a continuação destes crimes olhando para o lado como nada se passasse?
.
PS: Uma questão que me tem feito alguma confusão é aquela da justificação de Israel para atingir objectivos civis; a de que os soldados do Hezbollah os usam como escudos humanos. A pergunta que quero aqui deixar é : Seria correcto que a policia matasse um número indeterminado de inocentes cidadãos só para apanhar um assassino se tivesse escondido no meio de uma multidão?
.
Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

18 comentários:

  1. Ai kaos, pasmo perante tudo isto e digo que o mundo anda louco. Desejo que venha um tempo em que os povos utilizem as suas energias para coisas positivas e não assim. Da guerra, e dos EUA e da sua prepotência, temos visto vários casos. Autodenominam-se os donos e arautos da verdade e vemos onde isso lva os povos.
    Fico com uam enorme tristeza sabes?
    Bjinhos e boas férias
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. compensará enquanto não houver um verdadeiro contrapoder à superpotencia única da actualidade: os EUA... Mas quando este vier... Será a China? E as coisas serão melhores com esta bipolaridade? Duvido...

    Por isso é q a Europa tem q se afirmar enquanto potencia politica e militar, e não somente como a 1ª potencia económica que já é...

    ResponderEliminar
  3. tb:
    triste e zangado e até com algum ódio que é algo que não gosto de sentir. Houvesse realmente um Deus e essa gente já não existia.
    bjinhos

    ResponderEliminar
  4. Rui:
    Enquanto o Blair Falar para um lado e a europa pra o outro vai ser dificil. Basta ver quem temos na Presidencia da UE para as esperanças não serem muitas.
    um abraço

    ResponderEliminar
  5. o mundo cala..
    a europa (alguma) cala...
    o silva cala...
    o sócrates (e a camarilha subalterna) cala...

    parabéns pelo texto!

    ResponderEliminar
  6. Enfim, a história repete-se e infelizmente irá repetir-se vezes sem conta no futuro. Não há solução para a questão árabe/israelita! A solução seria demasiado radical para alguém ter a coragem de a pôr em prática...

    ResponderEliminar
  7. O seu texto, Kaos, é sério e põe o dedo na ferida. O que mais me revolta é que tudo isto seja feito "em nome de Deus".

    Deus ao que parece tem as costas largas. A senhora Condulência Arroz é transparente, não tem costas. O presidente Bush acha que tem mais poder do que a indústria de armamento e tem as costas muito pequenininhas, porque Deus é grande. E nisto tudo: God Save America!
    E a nós todos também, isto se Deus nãos se esquecer de existir nos momentos difíceis.

    Mas os portugueses, como é sabido, filhos de uma pátria abençoada, estão livres dos pesadelos do mundo. Com tanto sol e problema locais, e uma crise para vencer, que importam os problemas globais?

    ResponderEliminar
  8. Todas as perguntas que colocas são de extrema importância, infelizmente são perguntas retóricas, no sentido em que a resposta que lhes damos é a mesma e bem óbvia, porém os donos do mundo não querem saber das nossas respostas pois sabem que não contamos para nada.
    Outro fenómeno curioso, este na blogosfera, é a idiota defesa destes ataques, como se de um jogo de computadores se tratasse.
    Alguns de nós, que vivemos neste aconchego podre que é Portugal e a europa, parecemos não compreender que não é um jogo virtual, são pessoas como eu, como tu, como o meu irmão, pessoas que amam como eu amo e que só querem que tudo acabe pois não têm culpa, mas são elas as sacrificadas.

    ResponderEliminar
  9. luikki:
    Calam porque têm a boca emBUSHada pelo dinheiro. Não faz mal gritamos nós.
    abraço

    ResponderEliminar
  10. mentecapto:
    Coragem há não há é vontade. Assim alguns negócios prosperam. Ainda a semana passada os EUA venderam diversos misseis a Israel. O dinheiro judeu rende muito neste mundo.
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Roteia:
    money makes the world go around.
    Infelizmente há muito dinheiro a ganhar nestas guerras e por isso para essa gente parecem valer as mortes que causam. Enquanto as pessoas não se revoltarem e opbrigarem os seus governos a tomar posições firmes isto vai continuar numa roda sem fim. Mas, como dizes está sol, e a praia é mesmo ali.
    bjos

    ResponderEliminar
  12. esteva:
    É por elas que escrevi este post. Que os big bosses se matem até nos faziam um favor, mas custa-me tanto saber que há ali muita gente que sofre horrores em nome de mais uns lucros na conta bancaria de uns poucos. Há dias em que coloco em causa se a espécie humana realmente merece o mundo que tem.
    bjos

    ResponderEliminar
  13. kaos nem sei que te diga...

    tá pesado isto, já é dificil ter alguma lucidez ao falar desta guerra.

    bjocas

    ResponderEliminar
  14. Cristina:
    Só alguma raiva e impotencia. O resto é resignação.
    beijos

    ResponderEliminar
  15. Anónimo4/8/06 17:06

    Here are some links that I believe will be interested

    ResponderEliminar
  16. Anónimo9/8/06 17:00

    Here are some links that I believe will be interested

    ResponderEliminar
  17. Great site lots of usefull infomation here.
    »

    ResponderEliminar
  18. Very best site. Keep working. Will return in the near future.
    »

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo