terça-feira, agosto 22, 2006

Cada tiro cada melro, cada cavadela sua minhoca

Ainda voltando ao assunto do despacho que determina que as novas contratações do Executivo deixam de ser publicadas em Diário da República, assinado pelo secretário de Estado da Administração Pública, João Figueiredo, veio o PSD brindar-nos com mais um exemplo de hipocrisia que o tem caracterizado. Ao “zurrar”, reclamando contra a lei, acaba a criticar-se a si próprio. Afinal foi o governo PSD/CDS quem fez, votou e aprovou a lei, na triste e não saudosa governação do fugitivo “Cara de Cherne”. Mais uma vez o partido de Marques Mendes perdeu uma excelente oportunidade para estar calado. Mais uma vez mostrou não ter nada de positivo para dizer, e ser demasiado pequeno para representar alternativa ao governo do José Sócrates.
.
A desculpa do PS de que simplesmente se limitou a fazer cumprir uma lei já aprovada, também não “vende” muito bem, já que se ela esteve parada todo este tempo, bem podia esperar até que uma nova fosse votada.
.
A triste conclusão que podemos tirar de tudo isto é que todas as leis são boas ou más consoante se está no governo ou na oposição.
.
Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

3 comentários:

  1. Tens toda a razão. É por isso que nã ochegamos a lado nenhum!
    Jinhos

    ResponderEliminar
  2. Com uma oposição destas, o Sócrates não sai do poleiro tão cedo...
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Esta gente não entende que só devia falar quando tem algo de inteligente para dizer. Falar por falar só dá asneira.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo