sexta-feira, janeiro 26, 2007

A guerra para 2009

Começou a guerra no PSD, (com também já acontece no CDS), para as eleições legislativas de 2009. Sendo cada mandato de dois anos e estando nós em 2007, quem conseguir forçar a existência de um congresso e chegar à liderança, muito provavelmente será o adversário de Sócrates. Se tudo continuar como até agora, e nenhum terramoto político acontecer a este governo, sabe que sairá derrotado, mas pelo menos terá, como referiu o Pacheco Pereira, escolhido o grupo parlamentar do seu partido.
Não se espera ainda que os grandes tubarões se cheguem já à frente, que seis anos de oposição é muito tempo, pelo que é a oportunidade para os pequenos predadores como o Luis Filipe Meneses, Morais Sarmento e outros da mesma laia poderem tentar a sua sorte. Vamos esperar pelos resultados das primeiras batalhas para tentar perceber quem vai ganhar esta guerra.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

18 comentários:

  1. Visitante disse, ou26/1/07 19:22

    O Santana Lopes também já se está a chegar à frente.
    São os «barões» a desembainhar as armas.
    É bom que se auto-aniquilem!

    ResponderEliminar
  2. Now in english, visitant26/1/07 19:28

    Kaos, The Guardian of this Garden, is the great blogger.

    ResponderEliminar
  3. pobre rectângulo...
    as escolhas são entre o mau, o pior e o péssimo...
    abraço

    ResponderEliminar
  4. Com toda a franqueza, estou-me cagando nesses gajos.
    Aliás, estou de férias da política nojenta cá do burgo.
    Só cá vim por solidariedade com o Kaos.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Desde que não haja danos colaterais, podem bombardear-se entre eles à vontade...
    Um Abraço.

    ResponderEliminar
  6. visitante:
    Nem quero acreditar que o Santana pense que tem hipoteses de vencer. Ainda está muito queimado.
    abraço

    ResponderEliminar
  7. Now in english, visitant:
    Kaos only can say: thanks

    ResponderEliminar
  8. luikki:
    O velho western spargueti "O Bom, o mau e o vilão" em que o bom já era mau como as cobras.
    abraço

    ResponderEliminar
  9. Jorge:
    Agradeço a solidariedade, e se queres que te diga, também ando enjoado com isto tudo. Mas se parao com a politica, paro com o blog pois é ela que me dá as ideias. Assim sendo
    bfs e um abraço

    ResponderEliminar
  10. outsider:
    Assustam-me mais aqueles que vão ficar na sompra para rapinar o poder depois. São bem mais perigosos.
    abraço

    ResponderEliminar
  11. Quem vai perder a guerra, independentemente destas vitórias circunstanciais,sei que é: NÒS.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  12. E esse outro que "anda por aí"... Não vai voltar?
    Não me parece homem para desistir...
    Depois, tem, não só o aconchego, como o apoio de "muitos colos".

    Que eles têm lá grandes cabeças... Lá isso...
    Ou talvez concorra o mecenas RR...

    Saravá!
    JL

    ResponderEliminar
  13. Enquanto eles se guerrearem, nós vamos andando descansados.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  14. anonimo:
    Destes venha o diabo e escolha, ou melhor leve os dois.
    abraço

    ResponderEliminar
  15. jlf:
    Esse ainda está muito queimado e só daqui a uns anos pode tentar de novo. Talvez para a presidencia.
    abraço

    ResponderEliminar
  16. Corcunda:
    Isso se não tivessemos um Sócrates a fazer merda. Assim não ganhamos nada.
    abraço

    ResponderEliminar
  17. eles jogam os lugares e nós ficamos sempre a perder. Até um dia...
    Jinhos

    ResponderEliminar
  18. tb:
    Nós somos a moeda do jogo deles. Como é que podias ficar a ganhar?.
    bjs

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo