sábado, janeiro 27, 2007

Politica, Policias e Professores

Infelizmente vi-me obrigado a intervalar a publicação das pin-ups de Portugal, com este post, mas quando o que está em causa são ameaças a liberdades e direitos, é importante que se fale disso.
Foram chamados a depor na PSP vários professores que participaram numa manifestação contra a política educativa de José Sócrates, quando o primeiro-ministro visitou a Madeira. O argumento é o de que a manifestação não havia sido autorizada, mas ninguém de uma outra manifestação de apoio ao Sócrates, que aconteceu na mesma altura, foi incomodado pela polícia.
Pode-se olhar para este assunto, como algo de menor e que não passa daquilo que é. Há muito que aqui tenho referido que, lentamente, as nossas liberdades e direitos têm vindo a ser “apertados” por este governo. Quando convêm, há sempre um pormenor legal que permite “assustar e desmobilizar” quem procura manifestar o seu desagrado pelas políticas do governo. È importante que façamos ouvir a nossa voz de protesto contra este tipo de acontecimentos. Se não nos dispusermos a defender a liberdade, corremos o perigo de ver despedidos quem fizer greve, manifestações a não serem autorizadas e a imprensa a ser controlada. Por este andar não faltará muito para que, quem escreve blogs, comece a ter problemas e quem os lê a ser questionado das razões porque o faz.
A indignação contra estas manifestações de prepotência é urgente e importante.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

20 comentários:

  1. infelizmente temos o que merecemos... Sócartes foi eleito com Maioria, e o que vier a seguir tb há-de recolher o apoio unânime (ou quase) da populaça.

    e assim vamos indo (ou não)...

    ResponderEliminar
  2. Rui:
    Ninguém merece ficar sem a liberdade. Venha quem vier, podemos passar um pouco melhor (já não me lembro fiso ter acontecido), ou podemos ver a vida piorar, mas ver ameaçar os nossos direitos à indugnação ser cortado é que não aceito. A liberdade é um valor sem preço.
    abraço

    ResponderEliminar
  3. uma verdadeira vergonha!
    e mais um sinal do que ainda está para vir...
    (valha a posição do jardim que diz que a manifestação está autorizada)
    abraço

    ResponderEliminar
  4. Vergonhoso e de extrema gravidade, mas infelizmente bem ao estilo do actual governo espero que sites como este ajudem os portugueses a abrir os olhos.

    ResponderEliminar
  5. Eu jamais me perdoarei por ter votado nesta ESCUMALHA... por isso tenho ainda mais direito de criticar, até porque fui enganada, já que estão a fazer o CONTRÁRIO do que prometiam...
    Viva o voto em branco!!!

    ResponderEliminar
  6. luikki:
    Até me arrepia só de pensar em dizer bem do Bicho da madeira, que embora por oportunismo, está a fazer um favor á liberdade.
    abraço

    ResponderEliminar
  7. anonimo:
    Cabe a todos nós defender os nossos direitos. è necessária a força de todos para travar estas investidas salasocráticas.
    abraço

    ResponderEliminar
  8. anonimo:
    Eu felizmente não votei porque este PS há muito que me deixou de enganar.
    Seria bom também defender que o voto em Branco fosse considerado como voto de protesto e não misturados com os nulos. Quem vota em branco não se enganou, assumiu uma posição.
    abraço

    ResponderEliminar
  9. Não vejo grande diferença entre isto e os tempos da PIDE...

    Um Xi da Porca

    ResponderEliminar
  10. Sem dúvida.
    A manifestação foi cá, ou na Madeira?

    Mas fosse onde fosse é um atentado à liberdade, sem a menor dúvida. O que, de resto, em nada me surpreende!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  11. Zé Manel27/1/07 22:36

    Realmente o que se está a passar é a preparação, quiçá, o establecimento de uma política de terror.
    Um bufo atrás de cada esquina.
    Eu, do alto dos meus 59 anos, tenho a sensação que já vi isto...
    Só com uma diferença: Era num regime de partido único.
    Agora que há democracia...
    (Desculpem esta ultima frase, devo estar com os copos...)
    Um abraço, Kaos.
    Continua... até poderes, porque um dia.... a casa vai abaixo.
    Ai vai, vai...
    E depos não está lá ninguém a dizer que te autorizou a "brincar" com aqueles meninos...

    ResponderEliminar
  12. Porca:
    Pelo menos ainda não nos vêm buscar pela calada da noite, mas para ai caminhamos.
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Jorge:
    Foi na Madeira, mas a acção da PSP deve ter sido ordenada pelo "contenente". Há que defender a liberdade agora enquanto podemos falar, que depois no silencio forçado é mais dificil.
    abraço

    ResponderEliminar
  14. Zé manel:
    Essa da politica do terror numa democracia é forte, mas estabelecido o terror depois mudam o regime.
    Quanto a que um dia a casa vai abaixo não tenho duvidas. Um dia vou ter visitas, mas até lá vou dizer o que tenho para dizer.
    abraço

    ResponderEliminar
  15. Bem, despedimentos por fazer greve e imprensa controlada, embora muitas vezes de forma camuflada, já existe em grande quantidade. Quanto ao resto, pelo andar da carruagem, não há-de tardar muito...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  16. Anonimo:
    É por essas e por outras que temos de lutar contra a flexigurança e contra estas pequenas demonstrações de poder antes que se tornrm grandes.
    abraço

    ResponderEliminar
  17. Uma das coisas que aprecio em ti, Kaos, é esse teu optimismo. Denuncias os ataques à nossa inteligência e à nossa liberdade e, apesar de os notares, não deixas que eles te desmoralizem. Grande força possuis!
    Um abraço.

    (cópia do meu comentário ao teu último comentário no meu blogue, para que se saiba)

    ResponderEliminar
  18. Esteva:
    Acredita que não é força, é desespero. Vendo o caminho que isto leva, que mais podemos fazer que não nos calarmos e lutar contra esta vergonha. Parar não nos leva a lado nenhum, e vender-me ao sistema não está no meu feitio.
    bjs

    ResponderEliminar
  19. A liberdade vista por alguns...
    bjinhos

    ResponderEliminar
  20. tb:
    Quando a liberdade dos outros nos incomoda acaba por incomodar o que é um incomodo. É por isso mais cómodo acabar com o incomodo que nos incomoda.
    bjs

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo