quinta-feira, julho 19, 2007

Será stand-up comedy político?

«Se tivermos propostas reformadoras, é minha convicção que em 2009 ganhamos as eleições»
Luís Marques Mendes, presidente do PSD

Eu sei que nenhum de nós, no seu perfeito juízo, quer sequer imaginar este personagem como Primeiro-ministro deste país, afinal por mais mal que digamos deste Jardim à beira-mar plantado, gostamos dele. Isto par não falar da chacota que seria por essa Europa fora. Mas há uma coisa que tenho de confessar, este homem sempre me fez rir. O gandá nóia, muito pequenino e sempre a mexer aquelas mãozinhas é algo fantástico. Isso e as coisas que, de vez em quando, lhe saem da boca para fora, como esta de poder ganhar as eleições de 2009. Foi realmente pena ter enveredado pela carreira politica porque assim se perdeu um bom cómico de stand-up.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

14 comentários:

  1. com esta estatura será mais lie donw comedy...
    abraço

    ResponderEliminar
  2. A sua convicção até está certa... se não fôr ele a liderar o PSD...

    ...ou a Manuelinha... Tão a ver a bruxa do Harry Potter?!

    Não tou a ver o povo a votar nela... é que a imagem também vende. O Socrates sabe disso. O PS sabe disso (pudera com a LPM como consultores de imagem). Era bom que o PSD se começasse a aperceber disso.

    ResponderEliminar
  3. Mas tem futuro como boneco do contra-informação. (não consigo distinguir um do outro)LOLOLOLOL



    BeijInhas
    P.S. Isto é que é, trabalhar nas férias...:D

    ResponderEliminar
  4. Alguém conhece um antídoto para o droga anestesiante que a caixa mágica (raramente a ligo) nos está constantemente a injectar?
    É grave porque mais de 80 por cento dos portugueses são manipulados, nas suas próprias casas, e estão COMPLETAMENTE INDEFESOS perante as trafulhas, as negociatas e as lutas pelo poder, banalizadas por sofisticados gabinetes de marketing que, aparentemente inspiram toda a confiança.
    Desligar a televisão seria demasiado radical, até porque,de vez em quando, dá informações honestas, serve de divertimento e por vezes transmite cultura e conhecimento.
    Haverá algum filtro?

    ResponderEliminar
  5. sarcástico19/7/07 17:56

    Concordo com o texto do post, mas já não digo nada... a «caixinha mágica», como já foi referido, consegue mudar as coisas com toda a comunicação social a ajudar!
    Esperemos que seja uma mera conjectura.Isto com a crise que vai no laranjal, tudo o que vem à rede é peixe (mesmo que com a guelra escura e o olho baço)...
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Pouco depois de aqui ter pedido um antídoto para a caixa mágica, fiquei realmente mal disposto quando vi a notícia seguinte

    http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=250631&idCanal=9

    É uma tristeza ler uma notícia destas, uma pessoa fica sem vontade para comentar seja o que for. A vida às vezes não tem realmente sentido.
    Mas os bancos não são os únicos abutres que pairam sobre nós, há outros que utilizam regimes rudimentares de cobrança.
    Os nossos destinos, as nossas vidas, estão muito mal entregues, ou seja estão entregues a autênticos sacanas, mentirosos e javardos.
    O Kaos que desculpe este pessimismo em tempo de férias, já não tenho palavras para descrever o que estes bandalhos andam a fazer!


    uGH

    ResponderEliminar
  7. luikki:
    realmente ia ser dificil ve-lo no palco
    abraço

    ResponderEliminar
  8. virus:
    Não vejo nada de bom em o PSD ver seja lá o que for. Bom seria que o povo visse a realidade e procurasse verdadeiras alternativas a esta politica liberal
    abraço

    ResponderEliminar
  9. inha:
    ès como eu, há imagens que se colam aos personagens para sempre.
    Não é trabalho, é prazer
    bjs

    ResponderEliminar
  10. anonimo:
    Só conheço um filtro e esse é também o unico antidoto existente. Pensar com as nossas cabeças e colocar emk causa tudo quanto ouvimos. 99% são mentiras ou pontos de vista de um dos lados. Conseguir ler a nossa verdade aí é a solução.
    abraço

    ResponderEliminar
  11. sarcastico:
    A caixinha mágica vende bem, mas cabe a nós consumidores ver a frescura do produto. Há muita porcaria por aí.
    abraço

    ResponderEliminar
  12. uGH:
    Não tens de pedir desculpa pela realidade em que vivemos. A culpa é nossa em irmos nas falinhas bonitas da publicidade. Eu, consegui até agora não dever dinheiro a ninguém, embora não faça férias fora do país como os outrso, não troque de carro todos os anos nem tenha os ultimos modelos da tecnologia. Saber resistir à publicidade é dificil, mas possivel. Sei que sou um mau cliente dos bancos, mas esse é um problema deles e não meu. Ainda consigo ter alguma liberdade por isso.
    abraço

    ResponderEliminar
  13. Propostas reformadoras!?
    Só se for em ... 2090 (dois mil e noventa).

    excrente

    ResponderEliminar
  14. Todas as côrtes têm um bobo!

    O grande problema é que a nossa está a ter bobos de mais... todos do tipo humor negro.

    ResponderEliminar