quarta-feira, agosto 29, 2007

DARFUR - Os crimes continuam

A grande maioria de nós que vivemos em paz neste mundo ocidental, não prestamos atenção, nem damos a importância a acontecimentos que todos os dias se passam à nossa volta. A miséria, fome e violência provocam a morte e a miséria de milhões perante a indiferença do mundo. O Darfur é um caso trágico do qual todos nos devíamos envergonhar. Temos de exigir aos senhores do mundo, que tomem posições firmes para acabar com estas situações. A ONU tem de ter o poder para impor o fim de genocídios como aquele que ali se passa.
Venho aqui pedir a todos que usem algum tempo do seu dia para se informarem sobre o Darfur e ajudarem de qualquer forma aquela população vitima das maiores violências. Existe uma petição e muitas outras formas de ajudar. Só o conhecimento da situação e a sua divulgação já é uma forma de contribuir, pois possibilita a união de forças para que se possa exigir uma solução imediata para o problema. Ninguém que tome conhecimento do que por lá se passa e das atrocidades cometidas poderá ficar indiferente à miséria que criam. Por mais pequeno que seja o teu gesto, ajuda, faz qualquer coisa para salvar aquela gente.

Mais informação, a
qui, aqui e aqui ou faz uma busca na Internet para saberes mais.


9 comentários:

  1. Se cada possuidor de 1 blog alojar este simbolo em cima à direita do seu blog, pelo menos a desculpa do desconhecimento acaba num instante.

    ResponderEliminar
  2. Pois,acho bem que se ajude,mas a verdade é que os senhores do mundo têm por objectivo reduzir a população mundial com vista à tal sociedade global com um governo único e Iluminado.Vejam o meu post Conspiração Illuminati no blog senhores do mundo.

    ResponderEliminar
  3. Pedro Barbosa:
    Eu já não tenho desculpa e era bom que todos a deixassem de ter
    abraço

    ResponderEliminar
  4. Bilder:
    Também já em tempos me referi a esse desejo dos homens da nova ordem mundial. Mais um motivo para lhes fazermos frente
    abraço

    ResponderEliminar
  5. Kaos
    Muito obrigada pela tua colaboração! Espero que agora já não haja desculpas para continuar a fingir que não se sabe deste verdadeiro pesadelo humano!
    Muito obrigada amigo,

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. sarcástico30/8/07 08:31

    kaos
    o teu post é de extrema importância lembrando um dos problemas mais sérios da actualidade. Já pensei sensibilizar os meus alunos para o problema dado que as aulas estão quase a ter início . Relembrando um conhecido músico que entrevistámos para o jornal da escola e que afirmou ser a «geração rasca aquela que não sabe dar directrizes às que se lhe seguem» vou tentar não preencher tais requisitos.
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Caro Kaos,

    Sempre pertinentes as suas "chamadas de atenção". Nunca é tarde para dar os parabéns... Nunca é tarde para gritarmos: "BASTA!..."

    Um abraço,

    ASerra

    ResponderEliminar
  8. Meu caro Kaos o problema de Darfur, agora do Quénia ou de qualquer zona de África em que o conflito étnico está latente, deve-se apenas e só ao resultado da descolonização imposta pelas grandes potencias, que nos países em que os recursos naturais são inexistentes, deixaram as populações entregues à sua sorte voltando à lutas tribais. Nos países em que a riqueza natural existe essas potencias patrocinadoras das suas auto-determinações e independências estão lá instaladas a explorar como antes nunca se viu, proporcionando à maioria dos seus habitantes uma vida pior do que aquela que tinham quando eram colonizados. Esta meu caro é a realidade de África dos nossos dias e infelizmente para aqueles que todos os dias nascem, só têm uma garantia a morte nos primeiros anos da sua vida. Jamais conseguiremos com donativos peditórios e toda a nossa boa vontade evitar este flagelo. Chamo a atenção eventuais más interpretações isto não tem nada a ver com saudosismos porquanto nasci em África e não foi por acidente, nem por mero acaso.

    ResponderEliminar
  9. Entao e dos chineses no SUDAO ninguem fala ? DA CNPC a sacar todo o petróleo que consegue e contribuindo para a destabilizaçao do territorio !
    E a venda de armas (INCLUINDO JACTOS de Guerra!) ?

    É esta a política de "nao-ingerencia" da china meus senhores...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo