sexta-feira, agosto 17, 2007

o Trambulhão

Estava a ouvir as notícias e apareceu o dia na bolsa. Aquilo está tudo a cair por ali abaixo e as perdas eram lá para os 10%. Como já aqui afirmei, eu não entendo nada de OPA's, títulos, acções, milhares de milhões, e aquela merda toda que falam quando se referem a estes negócios. Uma coisa sei, trabalham com dinheiro virtual e com valores também eles virtuais. Sei que para uns ganharem, outros têm de perder e que toda esta economia mais parece um castelo de cartas. Eles brincam ao dinheiro e, quando fazem merda, pagamos todos nós. Lá vêm as crises que nós invariavelmente pagamos, mas há alguns ficam muito mais ricos. Juntemos a isto as lindas noticias sobre a redução do crescimento da riqueza, dos salários de miséria, e os números que fazem de nós o pais mais pobre e terceiro-mundista da Europa, e bem podemos dizer que estamos tramados. Mesmo assim estou certo que o nosso Ministro virá dizer que, embora não sejam boas notícias, tudo corre bem e o nosso Constâncio não deixará de nos apresentar umas bonitas previsões para o futuro.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

9 comentários:

  1. Exaktamente!
    Sem comentários.

    ResponderEliminar
  2. Podes crer que tens razão!
    O mais certo é eles virem a publico dizer, "isso é só estatisticas! Nós estamos no caminho certo para a recuperação economica do pais! É preciso que todos façam 1 pequeno sacrifico para que consigamos atingir o nosso objectivo! Por isso, peço-vos, não deixem de acreditar no nosso trabalho! Queros continuar a fazer o bom trabalho por muitos mais anos!"
    entretanto, na cabeça dele: "O meu sacrificio é viver á grande e á fransesa enquanto vos chupo o dinheiro todo, cambada de imbecis!"

    abraço, kaos

    ResponderEliminar
  3. Eles, os podres ricos deste país (zinho) já não são os nossos chefes, os nossos patrões: eles, os podres, já são os nossos donos, com o carimbo deste governo podre.

    ResponderEliminar
  4. sarcástico17/8/07 15:41

    É claro que há que pintar tudo de rosa (mais ainda??? uggghh!)... ainda hoje ouvi na rádio que o desemprego tinha baixado nos últimos meses... isto são manobras de diversão e devem estar a contar com trabalho precário arranjado para alguns andarem em esplanadas a servirem turistas durante o mês de Agosto! Assim não se pensa em outras questões e se os economistas falarem a linguagem é tão obscura para nós que não somos das economias que só fica a ideia do desemprego a reduzir e dos computadores e cartões electrónicos nas escolas (embora em muitas delaslá chova e se corra sérios riscos com as instalações eleéctricas)...

    ResponderEliminar
  5. sa morais17/8/07 18:03

    Isto da globalização tem piada... Um gajo qualquer dá um traque nos US e o mundo treme...

    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Encontrei esta frase fabulosa na net:

    "ninguém minimamente informado devia esperar que tal acontecesse"

    uGH

    ResponderEliminar
  7. SARCÁSTICO

    Possivelmente, sou eu que já não ando a ouvir bem, neste pedaço de planeta habitado por alguns bandalhos e gente MUITO POUCO séria: ouvi (penso) no noticiário da SIC que os DESEMPREGADOS eram mais 35 000 (trinta e cinco mil) do que em igual período, no ano passado.

    Sarcástico disse que ouviu o desemprego a descer ... não terá sido noutro país, que não este ?

    Bem, uma coisa é certa para mim: a comunicação social de cá, não me merece a MÍNIMA credibilidade: falam e escrevem ... conforme os padrinhos ... e, quanto à seriedade ... é melhor nem falar nisso.

    ResponderEliminar
  8. o retratado já afirmou na tv que é uma situação passageira....
    e está certo! "passa" quando os cidadãos tomarem as rédeas do poder... e correrem com a corja!
    abraço

    ResponderEliminar
  9. 60% dos votantes no inquérito que a página do Sapo faz, não acredita nos dados divulgados sobre "a queda do número de desempregados em Portugal".

    ! E eu a pensar que era o único que não acreditava nas patranhas da comunicação social, ao serviço do ministério da propaganda deste governo mentiroso!

    ... Mas nem tudo é mau para quem governa; alegrem-se, governantes, que ainda há 7% (tantos ?!) que acredita ...

    ResponderEliminar