sábado, janeiro 26, 2008

O Cavalo-marinho do Alqueva

 Cavalo Marinho

O nosso Engenheiro andou por terras alentejanas a elogiar o projecto do Alqueva. Durante décadas sempre ouvi falar desse projecto como a salvação do Alentejo, impedindo a sus desertificação e a sua transformação numa terra mais rica. Concluída a barragem principal, criada a maior albufeira artificial da Europa não pode o poder deixar de cantar vitória. Canta o governo, porque muitos agricultores queixam-se que os canais de irrigação para distribuir a água continuam a não existir. Um dos projectos mais caros que este país fez em pouco beneficiou a agricultura alentejana, mas não deixou de ser aproveitada pelos senhores do capital para se lançarem na construção de empreendimentos turísticos de luxo nas suas margens. Parece que mais uma vez todos estivemos a pagar a criação de condições para depois meia dúzia beneficiarem desse investimento. Gostava imenso de saber que critérios presidiram ás licenças de construção imobiliária e de saber que áreas do Alentejo realmente irão ter acesso à água do regadio. Já agora também seria bom saber quem vai explorar e lucrar com essas águas e que critérios foram ou serão utilizados para a sua escolha. Num país como este em que o bastonário da ordem dos advogados aponta o dedo ao poder, acusando-o de corrupção e compadrio, a existência de negócios de tantos milhões não nos podemos deixar de ficar com um bichinho atrás da orelha.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

3 comentários:

  1. A mania das grandezas:
    o maior lago artificial da europa, a maior central solar do mundo, a ponte mais comprida da europa, a maior feijoada do mundo, o governo mais autoritário da união, enfim somos os maiores!

    ResponderEliminar
  2. Alguns destes fenómenos merecem visitas de estudo, esta barragem/represa do Alqueva, a central foto-voltaica de Serpa, as conserveiras de Matosinhos e de Olhão, as barragens e centrais termo-eléctricas da EDP, etc...
    Mas não há verba. Os alunos têm de pagar o aluguer do autocarro e as portagens. Os professores têm de ser substituídos à força, porque a ausência na escola conta como falta, para as estatísticas e para a reposição de aulas, segundo a segundo.

    ResponderEliminar
  3. Alqueva foi a maior mentira que nos pregaram.
    É só lá ir e ver. Os agricultores portugueses cujas terras circundam o Alqueva estão impedidos de tirar da mesma uma gota de água. Do lado espanhol tiram-na quando querem.

    Mais uma vez fomos enrabados (desculpa o termo) mas é a verdade, pelos panhóis.

    Eu estive em Évora na manisf. e chamei a esse tipo MENTIROSO.

    Abraço

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo