sábado, maio 24, 2008

Aviõezinhos

Os aviõezinhos

Afinal parece que o governo sempre sabia algo dos voos da CIA e não nos dizia nada. Andou a negar aquilo que todos nós já sabíamos que era verdade, coisa a que já vamos ficando habituados. É grave porque o assunto é grave e é grave porque nasce de silêncios concertados entre PS, PSD, e CDS. Todos sabem o que se passa e todos escondem a verdade que lhes parece ser tão incómoda. Este governo, que parecia só estar a encobrir os Durões Barrosos e os Paulos Portas, tão honrosamente condecorado pelo Bush por serviços prestados, afinal também ele parece procurar ganhar uma medalhinha na Casa Branca. Depois de saberem aquilo que se passava, de ouvirem da necessidade de se saber todos os factos sobre estes voos da tortura e da ilegalidade, este governo continuou a ser conivente com essa ilegalidade e cúmplice nos crimes de tortura e rapto. Vêm sempre com a bandeira do Inquérito da Procuradoria-geral da Republica, que está sempre quase a sair, mas que nunca mais sai. Até lá parece que a realidade não existe até lá, que tudo pode continuar como está, que não há gente que devia ser julgada em Haia por colaboração com crimes de violação de direitos humanos.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

7 comentários:

  1. A Ana Gomes nunca teve qualquer dúvida, por isso insistia nisto que sempre quiseram negar. Ana Gomes daria uma excelente secretária-geral do PS na qual votaria sem margem de dúvida.

    ResponderEliminar
  2. Maria José24/5/08 12:30

    ALDRABAS & C.Lda. com sede no Largo do Rato e algumas sucursais disseminadas por aqui e por ali.

    ResponderEliminar
  3. E que não tenham dúvidas os raptores e abusadores deste tempo, bem como os seus coadjuvantes, pois lá virá o tempo em que todos serão julgados pelos abusados, pelos seus amigos ou pelos seus filhos que não esquecerão o martírio a que foram sujeitos, de uma maneira ou de outra.
    E as coisas a desenvolverem-se como estão esse tempo não tardará.

    Cronos não perdoa e a transição do poder far-se-á, quer se queira quer não. A vingança é um sentimento tão feio, mas sabe tão bem. E quando é feita pela assembleia o seu nome passa a Justiça.

    Que a justiça seja feita.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo, santa ingenuidade!
    Estes gajos nunca se lixam. Estes gajos podem ter alguns precalços mas dão sempre a volta por cima.
    Quem se lixa são os desgraçados dos passageiros à força desses aviões.
    O sócrates e sua pandilha nunca serão condenados pela sua cumplicidade com o terrorismo "legal".
    Aliás nunca ninguém foi. No tempo de salazar potugal também foi colaboraionista com o busch da altura e, como sabemos, foi uma cadeira velha e um AVC que trataram da saúde ao criminoso ditador.
    Que exemplo melhor existe do que o do ratzinguer depois de devoto de hitler se ter tornado devoto de Cristo. Pobre Cristo enquanto o ex-jovem hitleriano continuar no cargo, não deve poder descansar em paz.

    ResponderEliminar
  5. Mas estes gajos não podem ser julgados por conluio com regimes de tortuta como o do Terrorista Bush.Olhem só para os Mengelianos do Kosovo a dita europa democrática são os criadore dos hitlerzinhos,logo são CRIMINOSOS!Há putas, a tacar em Portugal com passaportes escondidos e em que o o putedo não pode sair,não é isto ESCLAVAGISMO,logo um Crime do Caralho?Não devem ser estes gajos irem para o paredão e serem imediatamente fuzilados?

    ResponderEliminar
  6. Não é santa ingenuidade, é desespero, desejo, fé, esperança, certo, ingenuidade que aquilo que penso se possa realizar.

    Não sou o anónimo, nem sou o joão. Chamaram-me varino, mas para o efeito tanto dá. Fica joão para não ser confundido com os anónimos.

    ResponderEliminar
  7. oh, caramba, condecorações por condecorações, há as que Mário Soares entregou, em nome de portugal e de todos nós, a pessoas altamente recomendáveis como ceausescu ou jorge ritto.

    ResponderEliminar