sábado, agosto 09, 2008

O Ressabiado

 Vingança

«As normas do Decreto do Estatuto dos Açores, citadas por Cavaco Silva como inaceitáveis, de facto, são- o. E levaram o Presidente ao ponto de considerar que a sua aprovação poderia pôr em causa o regular funcionamento das instituições da República. Como se sabe, esse é o fundamento único que a Constituição prevê para o Presidente da República poder demitir o Primeiro – Ministro Cavaco Silva pode não escreve uma frase dessas por acaso, ou por engano. Para o escrever e dizer é porque o pensou muito. E tem algo em mente.»
Santana Lopes
no seu blog.

Santana Lopes não consegue resistir ao revanchismo por ter sido demitido do governo por fraca e má figura. Nunca escondeu o sonho de ver o Cavaco fazer o mesmo ao governo sócretino e sobretudo agora que sabe que agora o Presidente tem à frente do PSD uma amiga do peito, a Manelinha Ferreira Leite.
É claro que o Cavaco não o vai fazer e tudo o que podemos esperar é que vá dando umas dicas à Manelinha sobre aquilo que vai fazer, para que ela possa, com alguma antecedência, fazer a oposição ao governo. O Sr. Silva foi dos piores primeiro-ministro que tivemos e o principal responsável por todos os males que agora passamos e como Presidente volta a mostrar a sua pequenez. Quanto ao Santana Lopes há muito que deveria ter entendido que o seu lugar é nas festas sociais a distribuir sorrisos às Lilis e aos Castelos Brancos deste país. Na política, talvez pela pancada que lhe deram na incubadora, é um nado-morto.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

10 comentários:

  1. Um nado-morto e um morto-morrido!!!

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho a impressão que ninguém está interessado em governar o país a não ser mesmo o inginheirozeco. Nem mesmo a menelinha. Eles querem mesmo é um tachito e deixar rolar.

    eu sempre achei que o inginheirozeco era o candidato favorito o ti silva na campanha eleitoral.

    há ali muita cumplicidade entre os dois. isto agora é só um arrufo de namorados. logo andarão aos beijos e abraços.

    ResponderEliminar
  3. ai meu amigo que saudades tinha de aqui vr ao teu jardim. Ando com a contagem das flores atrasada e preciso de ficar por cá a degustar... para já este nado-morto quem dera eu fosse. Mas parece que ainda continua vivo e a fazer tropelias.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. quem dera que fosse* :)))*
    aproveito e deixo mais beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Eles andam por aí, sempre os mesmos, todos amigos uns dos outros, trocando cargos. Os encargos fazem parte de outra estória.

    ResponderEliminar
  6. Partilho da mesma opinião e aquando da sua derrota eleitoral nas últimas legislativas sugeri-lhe que se dedicasse a artista de telenovelas e deixasse a política para a qual demonstrava não ter qualquer vocação. Mas como ele há mais muitos mais. Estou-me a lembrar por exemplo de Manuel Monteiro e porque não o próprio Paulo Portas, também eles já desacreditados politicamente.

    ResponderEliminar
  7. Este Santana das gajas, é como aquele gajo garganeiro, que faz, torna a fazer, blá, blá, blá, mas quando chega a vias de facto nem uma consegue dar para amostra.

    Este é mais um que se serve/serviu da política para ter um ordenadinho certo (fora da má política, nunca lhe conheci trabalho), carro com motorista (se calhar nem conduzir sabe), segurança permanente paga por nós (a consciência destes tipos é pesada, vide o Silva de Boliqueime) que de quando em vez emana um cheiro nauseabundo que polui tudo à sua volta.

    São os chamados guardiões da ditadura capitalista

    Abraço e bons mergulhos

    ResponderEliminar
  8. Anónimo9/8/08 15:15

    Estou de acordo com a Teodora: "ninguém está interessado em governar o país a não ser mesmo o inginheirozeco".

    Não é só em portugal, mas por toda a europa. Se repararem temos o "cherne" no parlamento europeu; o sarkozi à frente da frança; o berlusconi na itália; o zé, quase injinheireiro em portugal e muitos mais acabarão por aparecer à medida que os verdadeiros homens de estado se escudarem ao trabalho enfadonho e burocrático, que é presidir aos destinos dos seus países. A vida é curta e o dinheiro não lhes falta! Para quê chatearem-se, com as questões de governação democrática... Se fosse em regime de ditadura, a coisa ainda se podia equacionar.

    O traço comum dos exemplares referidos é a megalomania, a ausência de sentido de estado, a falta de escrúpulos, o enriquecimento fácil proporcionado pela política, a vaidade congénita e fundamentalmente o protagonismo e a sensação de poder que tais cargos proporcionam. Daí que em portugal toda a gente mande bitaites, mas ninguém (minimamente competente) avance. Entretanto os xicos-espertos-aprendizes tomam conta da coisa pública ao serviço dos poderosos e o povão lorpa, amocha, como só ele sabe fazer!
    Numa terra de saloios (não é só o sr. silva), o injinheireiro, nas calmas arrisca-se a outra maioria, nas próximas eleições.

    ResponderEliminar
  9. Então, se ninguém está interessado...
    O melhor será procurar pelas Penitenciárias deste país.
    Pode ser que apareça um mafioso interessado, ou um assassino, quem sabe?
    Às vezes... pode ser que haja por aqueles "sítios" um presidiário distraído...!

    ResponderEliminar
  10. Mas o Santana tem um blog?
    ah ah ah ah ah
    Aposto que nem é o palerma que escreve, manda algum dos atados dos filhos escrever.
    A vingança temos nós de fazer e correr com pseudo-engenheiro e com a maralha dele toda do poleiro para fora, porque bem vistas as coisas, é tão mau ou pior que o Santana Flopes, veste é melhor e dá umas corridas para a malta pensar que ele é um gajo saudavel.
    O santana coitado, foi, é e será sempre um político medíocre e um ser humano incapaz, só neste país é que um anormal deste tem tempo de antena.

    ResponderEliminar