domingo, setembro 28, 2008

Andam a brincar com o nosso futuro

O Recreio dos alegres

«O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, afirmou hoje que em breve entrarão em vigor medidas para reforçar a capacidade de intervenção das entidades de supervisão, os deveres de informação das instituições, a transparência dos mercados e agravar o quadro sancionatório.
"São medidas reactivas, mas vamos esperar pela sua concretização", declarou o líder parlamentar do CDS-PP, Diogo Feio, em declarações aos jornalistas na Assembleia da República.
»

Este mundo está virado de avessas e esta gente anda mesmo a brincar connosco. O CDS, o partido que defende o capitalismo mais liberal quer mais regulação, mais controlo sobre a actividade económica. Já o Ministro, que se diz socialista e que representa o estado, não parece muito preocupado, até aceita aumentar as multas sobre os abusos, mas este ministro aceita tudo o que lhe possa encher os cofres.
Numa altura em que o capitalismo tem o desplante de pedir aos cidadãos que paguem e resolvam a crise que a ganância de alguns criou, toda esta conversa, todas estas afirmações e medidas que nada mudam, só servem para nos convencer que vamos pagar desta vez mas que isto nunca mais acontecerá. Mentira, aconteceu agora e vai acontecer cada vez mais se não puserem um verdadeiro travão na especulação, coisa que nenhum deles sabe como fazer e sem reconhecer que isso seria a queda do “muro de Berlim do capitalismo”.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

5 comentários:

  1. O capitalismo não tem muros, é um pântano. Como vamos sangrar o pântano? Eis a questão!
    Vai doer muito mas tem que doer!
    Um abraço no bom caminho

    ResponderEliminar
  2. Kaos

    Eles estão a fazer, e muito bem diga-se de passsagem, aquilo para que foram contratados, financiados, estão a garantir os interesses deles e só deles.
    Neste caso a palavra socialista é quase um insulto usada por esta gente.

    beijos

    ResponderEliminar
  3. Neste jogo em que nível é que lhes posso fazer a barba?

    Coyote

    ResponderEliminar
  4. «De visita a Lisboa, o polémico Presidente da Venezuela não poupou elogios a José Sócrates. Hugo Chávez chamou-lhe amigo por várias vezes e agradeceu mesmo ao primeiro-ministro português por não o tratar como «um tirano» e «um diabo», ao contrário do que fazem outros líderes europeus.»

    http://www.tvi.iol.pt/informacao/noticia.php?id=995950

    E faltou uma imagem de Chávez todo satisfeito com a aquisição dos Magalhães.

    Uma pequena provocação :p Abraço.

    ResponderEliminar
  5. Em relação a este assunto, foi interessante, ao final da tarde, seguir a votação da lei para safar os bancos de Wall Street, no Congresso Americano.

    Pela primeira vez na vida, tiro o chapéu àqueles senhores. A maior parte reflectiu no seu voto a vontade do seus constituintes. Não posso negar, fiquei impressionado. Quem me dera ver aquilo, pelo menos uma vez, no Parlamento Português.

    O Dow Jones desceu 700 pontos hoje!
    Creio que o muro está a começar a dar sinais de que pode cair, desta vez, para o outro lado.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo