domingo, novembro 23, 2008

Queijo Sr. Silva. Não há rato que resista

Cavacatouille

A tinta começa a cair e a realidade do Cavaquismo começa a mostrar a sua face. Já aqui o digo desde sempre que Cavaco Silva é o grande culpado do sistema que está implementado, deste liberalismo de compadrio, da promiscuidade entre o público e o privado, da justiça que não temos e da injustiça que abunda.

8 comentários:

  1. Cavaco o grande culpado?
    Só ele?!?!...
    E o bochechas? Fundação à pala, uma dúzia de reformas, negócios de Macau, as «Memórias de um PS desconhecido», a associação à CIA, à UNITA, etc, etc, etc...
    Se o cavaco fosse o patrono de um negócio de petróleo, como o marocas foi com o Hugo recentemente, o que é que não seria dito sobre isso...
    Não há sabão que lave a responsabilidade do pai da democracia nesta merda de regime em que vivemos.
    E deixou bons herdeiros: basta ver o coelhone, o cardeal, o vitinho, a sinistra, o ing, o friso de canalhas do governo do ing, os subsídios aos banqueiros...
    Ò kaos este post peca por excesso de simplificação, e isso não é habitual vindo das suas bandas. Há aqui algum infiltrado do PS?

    ResponderEliminar
  2. De mansinho o PS já controla 3 bancos: CGD, BCP, e BPN... e o controlador dos bancos o BP.
    E ainda a procissão vai no adro, olaricas...

    ResponderEliminar
  3. O Aníbal, que deixou isto em livre pilhagem durante 10 anos, volta a jurar que não sabia de nada. Eu também juro que ele não sabe. Nem ele, nem eu...

    ResponderEliminar
  4. A Mim Me Parece23/11/08 23:12

    Pergunta o Anónimo:
    "Há aqui algum infiltrado o PS?"

    Digo eu:
    A mim parece-me que sim...

    ResponderEliminar
  5. não conheço esta queijaria...

    ResponderEliminar
  6. Conhece, pois. Todos conhecemos. Há muito tempo...

    ResponderEliminar
  7. Infiltrados do PS? Provavelmente, afinal há-os de todas as cores, do vermelho mais vermelhão, passando pelo rosa e pelo laranja. Há até muito amarelo, mas não sou eu quem pinto quem me visita

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo