terça-feira, fevereiro 10, 2009

O divórcio

O Divórcio

A ex-dirigente nacional Joana Amaral Dias foi afastada da lista de 80 nomes, liderada por Francisco Louçã, candidata à Mesa Nacional, o órgão máximo do Bloco de Esquerda entre convenções. A decisão apanhou de surpresa a militante bloquista, que diz não existirem razões para tal afastamento. Fonte do partido explicou à agência Lusa que tal se deveu a uma "redução da sua participação política".

Pim pam pum, de vez em quando lá vai um. Qual foi a zanga não sei, se foi o apoio que deu ao Soares ou simplesmente a redução da participação politica é coisa lá deles, mas que era uma cara bonita nesta politica tão feia, lá isso era.

8 comentários:

  1. Eu cá para mim penso que o homem deve ter visto as sondagens e pensou, naturalmente, que já não precisa de fazer rodagem de deputados para parecerem muitos na AR. Vai daí, toca a cortar nos custos excedentes. É uma questão puramente económica!

    ResponderEliminar
  2. Que imagem do BE, preso ao PS, dividido entre o que finge que contesta....

    ResponderEliminar
  3. Abílio dos Gatos11/2/09 00:32

    Deixem lá ficar a rapariga. Afinal era das poucas caras (e não só) bonitas da cinzenta A.R.

    ResponderEliminar
  4. Muito afectada para o meu gosto.
    A Ana Drago é muito mais interessante.
    Claro que os homens preferem as loiras,mesmo os ditos de esquerda.Não mudam os tiques...

    ResponderEliminar
  5. É tudo gente de boas famílias... Devemos ser o único país que passou de uma monarquia para uma república, e ficou tudo nas mãos dos mesmos...

    ResponderEliminar
  6. Entre Ana Drago e Joana Amaral Dias, não sei qual a pior...

    ResponderEliminar
  7. duas versões da Barbie de esquerda...

    ResponderEliminar
  8. http://tacada.blogspot.com/2008/12/portas-e-guedes-o-divrcio-consumado.html

    :D

    ResponderEliminar