sexta-feira, maio 22, 2009

Os devoradores de queijo

Queijo e Leite

O ministro da agricultura Jaime Silva afirmou que «O CDS anda a comer muito queijo ou a beber muito copinho de leite porque o fim das quotas [do leite] foi confirmado na reforma de 2003 quando o CDS e o PSD estavam no Governo» e que ele acabou por herdar uma decisão «imposta» pelo Governo anterior

Enganou-se o Ministro, não foram impostas pelo governo PSD/CDS, mas sim pela União Europeia. Tanto ele, os governos PS, como os governos do PSD/CDS imporiam essa medida fosse quem fosse que estivesse no poder. Até se os partidos mais à esquerda, que continuam a defender a União Europeia e aceitam participar na sua falsa democracia, estivessem no poder teriam de acatar e implementar todas estas medidas que lhe imporiam. Essa e todas as outras que nos têm imposto e que têm destruído a nossa agricultura, as nossas pescas e toda a nossa industria. Só a ruptura com este sistema, com este neo-liberalismo, com esta Europa, cada dia mais subjugada nas suas decisões pelo poder dos grandes grupos financeiros, nos permitirá encontrar as soluções para a miséria e a pobreza para onde nos empurram todos os dias. Vamos lutar todos por uma Europa unida, mas numa união de nações livres e soberanas. Há que quebrar as correntes, fazer a ruptura com esta Europa, com este Banco Europeu, com este Tribunal Europeu, com toda esta farsa que nos fazem viver.

5 comentários:

  1. zé do boné22/5/09 16:39

    "Até se os partidos mais à esquerda, que continuam a defender a União Europeia e aceitam participar na sua falsa democracia, estivessem no poder teriam de acatar e implementar todas estas medidas que lhe imporiam. Essa e todas as outras que nos têm imposto e que têm destruído a nossa agricultura, as nossas pescas e toda a nossa industria. Só a ruptura com este sistema,"
    Kaos,com que direito vens para aqui dizer tais asneiras e fazeres juízos de intenção sobre o que fariam ou não os partidos de Esquerda,refiro-me em especial ao PCP, que tens tu lido dos doc e declarações sobre o assunto emitidos oficialmente pelo PC para fazeres tal ao tais afirmações.
    --Eu continuo a dizer que estas completamente fora da realidade ... a rotura que propões; se é que propões alguma coisa!? a ruptora de que falas, só pode ser efectuada dentro da própria UE : É lá que temos de combater é lá que temos de dizer que não aceitamos esta ou aquela medida prejudicial à nossa economia fazer valer a nossa voz dizer nas ventas dos senhores... que não aceitamos e como tal não vamos implementar isto ou aquilo ...que vá contra as legitimas necessidades do nosso desenvolvimento etc, etc
    É disto que Portugal necessita é disto que outros povos estão à espera. Alguém que de forma firme e decidida mostre que é possível uma outra Europa.

    ResponderEliminar
  2. Zé do Boné:
    "Esta união Europeia é irreformável" Quem disse isto foi a cabeça de lista da CDU, Ilda Figueiredo.
    Seja como tu acreditas que mudas a UR por dentro (como estão a conseguir mudar Portugal?, mas eu não. Acredito numa união de nações livres e soberanas. Podes dizer que eu só digo asneiras, é a tua opinião assim como eu posso dizer que tu andas cego perante a realidade. É a minha opinião. Deve ser o "sol" que te anda a ofuscar

    ResponderEliminar
  3. zé do boné22/5/09 19:11

    -Como retirastes a frase do contexto podes dar-lhe o sentido que desejas- Mas isso não responsabiliza a cabeça de lista da CDU...Pois a mesma esta inserida numa outra lógica e queria dizer mais ou menos isto: Se o eleitorado, continuar a favorecer as mesmas forças politicas PS,D/CDS, como até aqui ,se não optar pela mudança esta UE torna-se irreformável" foi isto que a Ilda Figueiredo, quis dizer e não outra coisa.

    ResponderEliminar
  4. Zé do Boné:
    Quem ainda se lembra dos tempos em que o PCP se apelidva de ser um partido revolucionário e levantava a bandeira da revolução Bolchevique. Aburguesaram-se?

    ResponderEliminar
  5. zé do boné22/5/09 19:37

    --"Olhe que não olhe que não!"

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo