quinta-feira, junho 25, 2009

Monociclo do poder

Monociclo do poder

«Não vou pedir maioria absoluta», disse Ferreira Leite aos jornalistas, explicando depois esta posição: «Acho que não é preciso pedir-se». «Estar a tentar pressionar os eleitores para resultados que nem sempre correspondem ao desejo dos eleitores não é próprio de uma democracia».

Pressionar os eleitores? Claro que isso nem lhes passa pela cabeça. Só nos pedem que escolhamos que Primeiro-ministro queremos para os próximos quatro anos: O Sócrates ou a Manuela Ferreira Leite com o Paulo Portas às costas. Uma coisa tenho a certeza, se só aparecerem estas duas alternativas de poder os resultados eleitorais não corresponderão mesmo ao meu desejo como eleitor, o que por si não belisca a democracia. O que não é próprio é que só tenhamos para escolher entre dois partidos de “alterne”, entre as duas faces da mesma moeda do sistema. Que transformem o que chamam ciclos de poder em autênticos monociclos de poder.

5 comentários:

  1. Mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo.

    O que eles praticam em segredo, será anunciado sobre os "telhados" (na TVI)

    ResponderEliminar
  2. acordabranjos25/6/09 01:08

    e quem disse que a avózinha merece ser escutada?

    ResponderEliminar
  3. Pode não merecer mas infelizmente, por incapacidade da esquerda de fornecer uma alternativa de poder, procurando aquilo que os pode unir em vez de vincar o que os divide, é ouvida e corremos o perigo de poder vir a ser Primeiro-ministro deste país.

    ResponderEliminar
  4. Aufwierderzhein25/6/09 02:33

    Pois é a demoscrácia é mesmo isso: quem chega lá acima arrisca-se a ser eleito, mas nós é que os elegemos. E não vale a pena reclamar. Quem não gostar que avance e proponha outra coisa.
    Eu é que já estou farto desta lamúria colectiva em que nos tornamos. Já não há pachorra. Metam-se na casa de banho e lavem as vossas feridas, mas tenham algum pudor.
    Cá por mim tenho um lema: como não tenho artes para alterar o sistema adapto-me a ele mas não reclamo, tento tirar o que ele tem de bom para me dar. E sou daqueles que teima em votar sempre. Mesmo que seja em branco que é arma poderosa na democracia para que o Zé Ninguem mostrar que está insatisfeito

    ResponderEliminar
  5. Eu reclamo porque tenho esse direito mas também proponho alternativas, que não sendo as ideais podem ajudar. Terrível é quando um povo é colocado na situação de escoher entre dois males. Calar nunca

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo