quinta-feira, dezembro 10, 2009

A Torre de marfim de Belém

torre de marfim

O socialista António Vitorino defende que o Presidente da República, Cavaco Silva, "vai ter de dar sinais sobre como é que avalia" a actual situação política e a instabilidade que se tem vindo a verificar. "O Presidente da República não vai poder ficar fechado numa torre de marfim", sublinhou. Para António Vitorino, a inacção que tem sido a "regra de conduta" de Cavaco Silva "não vai poder durar muito tempo". "Sobretudo se esta escalada continuar".

2 comentários:

  1. Caro
    Kaos,
    Essa do António Vitorino apelar ao PR para avaliar o comportamento da Oposição, tem muito que se lhe diga, então o que é que queria???
    Que todos se prostrassem à passagem de Suas Exas. os sucialistas???
    Mas não foram Suas Exas. os sucialistas, que queriam instaurar um Código Contributivo, que tinha como fim último arrasar com os pequenos e médios empresários, na óptica de quem o elaborou, os "verdadeiros" ladrões e corruptos que querem destruir Portugal???
    Não são Suas Exas, os sucialistas, que autorizaram os bancos a cobrar até 19,6% nos créditos pessoais e "apenas" 32,8% nos catões de crédito, estoirando de vez com aqueles que já estão em dificuldades???
    E esta gajada toda, não tem vergonha de se intitularem "socialistas"???
    Estae, meus caros amigos, é que é o verdadeiro "socialismo" marxista, o verdadeiro "socialismo" que foi financiado pelos grandes banqueiros americanos e outros da mesma família, como forma de terem um maior controlo sobre as massas pobretanas, de conttro0lasr a força do trabalho nem que para isso tenham de arranjar um "socialista" que invente um "Manifesto Comunista", por isso, nada melhor do que transformar as pessoas em indigentes para melhor espremer deles o que querem.
    Claro, que o PR que apenas olha para a sua possível eleição, está-se nas tintas para os portugueses e certamente lá dará um lamiré para que a dita Oposição seja mais mansinha com os desgraçadinhos do PS.
    Pena é, que após mais de 4 anos e meio de esforços e sacrifícios ainda estejamos pior do que estávamos nessa altura, mas, para o "tuga" - normalmente, estúpido que nem uma porta - já habituado à canga, já nem nota, mais sacrifício, menos sacrifício, lá vão andando.
    A propósito (e mais uma vez), já viram algum "sucialista" pobre???
    Eu não!!!
    Cumprimentos.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  2. - Olha, o Antonio Vitorino, olá, como vai isso?
    - zunzunzum...
    - Quê?, daqui não oiço, não percebo nada, chama lá um que assuba à toca, o ricardino, esse bicho da madeira.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo