quinta-feira, janeiro 07, 2010

A guerra do "Medo" sem medo de fazer a guerra

Guerra terror

Chegou com o seu “Yes we can” e grande alarido, Representava a esperança para um Mundo cansado de um miserável Bush e a sua pandilha de assassinos. Nem um ano precisou para começar a compreender que as suas promessas não passavam de um enorme saco cheio de nada e perceber que a sua sobrevivência politica passa mais em aplicar a velha cartilha do seu antecessor que no cumprimento das promessas. Também ele prefere esconder na propaganda do “medo” e do “terror” as suas incapacidades de resolver os problemas e a sua necessidade de fazer a guerra para adiar o crash da economia americana. Também ele não é solução mas parte do problema.

5 comentários:

  1. LUSITANO7/1/10 15:46

    Caro
    Kaos,
    Embora compreenda o seu pressuposto neste texto, não concordo contudo, que Obama não soubesse ao que ia ou quais as suas limitações.
    Claro que sabia o que ele fez foi um pouco de Teatro, apareceu com o lema "Sim, Nós Podemos", só não disse é quem éramos "nós", mas ele sabia e também sabia que "nós" não se referia ao Povo americano, muito tosco e primário, diga-se de passagem, mas sim à elite que o apoiou, que percebendo que anteriormente tinham eleito um estúpido e acima de tudo um palerma que não podia ser deixado sozinho, que só dizia era disparates e rapidamente se transformou no maior bobo do Mundo, tinha pois essa elite, que mudar o aspecto do "eleito" e de entre os "gentios" americanos, nada melhor do que um Afro-americano, dessa forma, até davam mais credibilidade à continuação do seu plano maquiavélico para o domínio do Mundo, e passando meia dúzia de meses e após a atribuição de um Nobel da Paz, sem que o Sr. Obama tivesse sequer mexido um dedo para o que quer que fosse, não merecendo de forma alguma essa honraria, claro que os tais interesses ocultos tinham de vir a tona novamente.
    Quer um exemplo grotesco da patetice dessa elite que pensa comer todo o mundo por parvos???
    Veja o caso daquele pseudo-terrorista que até queria fazer rebentar como a avião americano com "explosivos" escondidos junto aos tomates.
    Então, alguém acredita que um terrorista a sério fazia uma figura daquelas, com tanta gente por esse Mundo que se faz rebentar, muitas vezes com dezenas de mortos à sua volta, e iam mandar um nabo daqueles rebentar com um avião americano???
    Mas aquilo é para convencer quem, crianças de 5 anos???
    Claro que os EUA à beira duma bancarrota monumental, tem de se agarrar a alguma coisa para manterem o seu Império e principalmente a sua máquina económica/militar, caso contrário, a sua dívida externa sobe mais rapidamente do que as impressoras conseguem fazer dólares.
    Só acreditou no mestre Obama quem é totó ou é mesmo tapado de todo.
    Bem se pode acrescentar, que o Presidente dos EUA é um enorme fiasco!
    Cumprimentos.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  2. Subscrevo o que disse o LUSITANO (será de Évora?), e acrescento:

    Só quem não sabe como funciona a "democracia" norte-americana e o seu sistema, podia fazer fé na eleição do dito.

    Os USA's sempre foram os maiores mentores do terrorismo internacional, exemplos não faltam.

    Quando a URSS existia, as desculpas para invadir, extorquir, matar, torturar, etc., tinham, para eles razão de existir, agora que o papão de leste se limita a nada, os ianques tiveram de encontrar os costumeiros bodes-expiatórios, calhou ao chamado terrorismo do Bid-Laden (produto made-in CIA), entretanto enforcaram o Sadam, recebendo o Bush a cabeça como prémio.

    No sistema deles quem manda, quem controla, quem decide, todos sabem, são os lobys, estes existem em todos os sectores de actividade, alguns com poderes inimagináveis, o da energia e armamento e defesa, controlam todo o sistema político.

    O Obama não passa duma marioneta.

    ResponderEliminar
  3. LUSITANO7/1/10 21:22

    Não, Caro Ferroadas, não sou da bonita cidade de Évora, sou de Lisboa, em qualquer dos casos obrigado pelas suas palavras.
    Já agora só queria acrescentar, que, uma vez que se está a prever que lá mais para o último quarto do ano o petróleo suba novamente acima dos 100 Dólares, acho melhor o pessoal ir-se prevenindo e uma vez que não é lá muito prático guardar a gasolina na banheira, o melhor é comprarem uma bicicleta enquanto é tempo, pois ainda vou ver muita gente com o carrinho parado à porta por não terem cacau para porem o popó a andar.
    Tramas que o capitalismo traz, vai ser giro, é entretanto a União Norte Americana (EUA, Canadá e méxico), ou lá como querem chamar àquilo, substituir os Dólares pelos Ameros.
    Muito dólar vai ser utilizado para limpar o rabiosque, que entretanto ficou a arder...
    Cumprimentos.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  4. Anónimo7/1/10 21:43

    Vamos a votar sobre o TGV, sim ou não? Eis a questão....


    Vamos ver o que o povo acha sobre esta obra publica...

    Votem e enviem por e-mail para todos os amigos e conhecidos

    http://tgvsimounao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Lusitano
    Eu também não acreditei no atentado,mas isso sou eu e mais meia dúzia !
    O "Santo Obama" a maior campanha de Marketing alguma vez feita!
    O Nobel já lá canta.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo