segunda-feira, janeiro 11, 2010

A maior vergonha da Europa ( e são tantas)

imigração itália

Estou-me um bocado nas tintas que o Berlusconi contrate putas caras para fazer orgias nas suas vivendas de luxo, estou-me nas tintas que seja um burgesso ordinário, que coma os macacos que tira do seu próprio nariz, que seja um porco. Preocupa-me ver como é possível a um mafioso, um corrupto, um bandido, ser dono da comunicação social de um país e fazer-se eleger para alterar as leis de forma a fugir à justiça. Pergunto-me, como pode um povo eleger tal personagem, mas vendo a situação por cá, as alternativas nunca são credíveis e ainda é a propaganda quem faz a opinião. Mas, o mais grave é vermos o renascimento de ideias que julgávamos banidas da Europa depois do fim do IIIº Reich. A forma como um governo íncita ao racismo, à discriminação, à violação de direitos e até à violência bruta contra pessoas, algumas boas outras más, só porque são de uma outra raça ou país. Esta Europa que se diz democrática, livre, humanista e de elevados padrões civilizacionais, que cria leis e regras para tudo, do tamanho dos preservativos à colher de pau, nada diga e não imponha o fim desta vergonha. Pior, que se sentem à mesa com tão nojenta personagem.

10 comentários:

  1. Com a devida vénia e pedido de permissão, faço minhas as suas palavras.

    Abraço e um ano novo... como dizer, o melhor possível, não?

    ResponderEliminar
  2. Incita,digo eu!

    ResponderEliminar
  3. O que me admira (ou será que não) são os "democratas" deste mundo de merda, conseguirem estar na mesma mesa que este esterco. E não me venham dizer esses "democratas" de pacotilha que o tipo foi eleito pelo voto popular, blá, blá, blá, o Hitler também o foi. O que digo, é que sinto nojo de ter como compatriotas gajos que o fazem. Quem se deve estar a rir é o Mussolini, deixou semente.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. 100% de acordo.
    Tomei a liberdade de copiar a imagem para o blog Muro das lamentações de Pechão"
    http://lamentacoesdepechao.blogspot.com/2010/01/maior-vergonha-da-europa.html

    ResponderEliminar
  6. Tia Anica de Loulé12/1/10 02:47

    Concordo com quase tudo.

    Retirando do post os "ápartes" xenófobos que não se aplicam ao nosso "caso", acredite Sr. Kaos que lendo o texto na diagonal, quase julguei que o mesmo se referia a um país que ambos muito bem conhecemos e a um povo a que por ironia do destino sobejamente pertencemos.

    Cumprimentos.

    Tia Anica.

    ResponderEliminar
  7. Caro
    Kaos,
    Sejamos honestos, A Itália, a Grécia, a França, a Espanha e também o nosso país, tem sido assolados por uma vaga de imigrantes, para os quais não temos condições de receber a todos.
    Ora, isso motiva uma reacção da população, há cada vez mais desemprego, e muitos desses infelizes, são trazidos pelas máfias, no sonho de encontrarem um "El Dorado" e na maior das vezes, o que encontram é uma exploração execrável, isso é que é desumanidade.
    Claro, quem defender um regime duro com essas pessoas, muitas vezes obrigadas a praticar roubos outros actos violentos para sobreviverem, não é o mais correcto, correcto era pura e simplesmente fuzilar quem os trás, e isso sem dó nem piedade.
    Muitas vezes entregam tudo o que possuem aos mafiosos incluindo, colocar as mulheres na prostituição, para poderem desembarcar na Europa, porque é que também não se fala nesse vector do problema???
    Quer-se esconder o quê???
    A podridão que grassa por esse Mundo fora???
    Caro Kaos e Caros Amigos, o Mundo cada vez está mais podre e nem um grande barrela vai conseguir limpar esta situação nojenta.
    Cumprimentos.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  8. Quando é que começam a chover estatuetas nos cornos da classe politica que nos governa??????

    ResponderEliminar
  9. Portugal ainda consegue ser pior.

    Anselmo de Freitas Lobo

    ResponderEliminar
  10. Venha daí um comentário sobre o Chavez!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo