quinta-feira, março 25, 2010

Os outros que paguem a crise...não eu

auteridade para os outros

Vitor Constâncio defendeu que os salários dos membros do conselho de administração do Banco de Portugal (BdP) deverão ser congelados este ano e mesmo só por acaso isto acontece na altura em que é promovido, pela sua incompetência fiscalizadora sobre a banca, pela sua submissão às ordens dos seus patrões e pela sua gananciosa gula por dinheiro a vice-governador do banco Europeu. E logo para o cargo de supervisor bancário, tarefa onde demonstrou ser capaz de ser um cego daqueles que não vê o que não querer ver. Mordomias e um bom salário milionário, soltam-lhe logo a língua para os sacrifícios que outros deverão fazer e para elogiar os seus patrões.

1 comentário:

Ocorreu um erro neste dispositivo