quinta-feira, abril 01, 2010

Atropelados pela dívida pública. Quem criou o monstro?

divida publica

Era só o défice, agora juntaram-lhe a "Dívida pública" para justificar todas as atrocidades que vão cometendo contra os nossos direitos enquanto se vão banqueteando no taxo da economia global. Quem fez a dívida? Onde está a obra ou o dinheiro?

4 comentários:

  1. Já agora, Caro Kaos, junte-lhe a dívida das empresas públicas, a divida das empresas privadas e a dos particulares e vai ver o lindo acompanhamento que Portugal vai ter no seu enterro.
    Qualquer político que diga que Portugal tem alguma hipótese de sair desta crise com este regime, não passa dum refinadíssimo e alternadíssimo mentiroso, e quem acreditar nele, ainda é mais estúpido que as próprias pedras da calçada.
    Portugal precisava duma vassourada e depois ser todo desinfectado com lixívia pura para acabar com alguns germens que ainda ficassem.
    Infelizmente, não há quem tenha a coragem para pegar na vassoura, assim, não tenham quaisquer dúvidas que vamos pura e simplesmente desaparecer do mapa das nações, mais cedo ou mais tarde tornar-nos-emos num protectorado da UE ou de Espanha, essa vai ser a nossa sorte.
    É triste dizer, mas, tínhamos, apesar de tudo, mais soberania no tempo dos Filipes do que temos hoje, agora, não temos poder nem para mandar fazer uma retrete pública, tem de se pedir aos Vice-Reis de Bruxelas.
    Triste sina a deste quintal, com esta trampa de República democrática aldrabada ainda ficámos pior do que com o D. Carlos e Cª.
    Acho melhor começarmos a ver os preços dos bilhetes de avião para zarparmos o mais rapidamente desta montureira.
    Isto já cheira tão mal, que, já nem de máscara isto se aguenta.
    Cumprimentos.

    LUSITANO

    ResponderEliminar
  2. Anónimo1/4/10 22:37

    QUE CRIOU O MONTRO FOI O NOSSO PRIMEIRO MINISTRO E SEUS COLABORADORES...
    O DINHEIRO ESTA NO BOLSO DELE!...
    UM ABRAÇO!
    LILI

    ResponderEliminar
  3. Anónimo1/4/10 23:29

    O velho botas é que tinha razão porra. Vê lá bem quem é que ele tinha na prisão ou queria lá pôr: xuxas, pc’s e mrpp’s do calibre do Soares, Pina Moura, Durão Barroso, enfim a máfia que nos fodeu a todos, os tais – que tu perguntas quem são - que fizeram a puta da dívida…
    Hoje a velhota com 81 anos aqui do lado ficou a saber que vai pagar 1500 € de IRS, um grande amigo e homem sério foi assassinado com um tiro à porta de casa em frente ao filho, a vizinha de baixo é professora e recusa-se a ir à escola aturar as bestas que por lá andam, e os vizinhos de cima não sabem o que fazer com o filho que não quer ir à escola porque vem de lá sempre marcado pela porrada que lhe dão.
    Isto, no tempo do Salazar, não acontecia – dizem.
    E não me falem em guerra colonial: as colónias são independentes e veja-se bem a merda de países que são. A Guiné nem país chega a ser… e uma guerra até dava jeito para mandar para lá uns animais que andam por aí à solta carregados de testosterona.
    No dia 25 de Abril entre presos ditos políticos (os tais da dívida que tu andas à procura de saber quem são) e os de delito comum, estavam nas cadeias menos de 1200 animais. Hoje estão 11000, e não cabem lá todos, e a população do país é a mesma!!!
    Venha a ditadura, de esquerda, de direita, islâmica, seja qual for! Mas venha depressa, que este regime não vale um chavo.

    ResponderEliminar
  4. E agora que foi criado o monstro nós que o aturemos.. :(

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo