domingo, junho 06, 2010

O milagre do conhecimento

milagre

Este ano lectivo e pela primeira vez os alunos com mais de 15 anos, que frequentem o 8.º ano, vão poder fazer fazer exames de equivalência ao 9.º ano. Para "saltar" o último ano do 3.º ciclo, estes estudantes fazem os exames nacionais de Português e Matemática e nas restantes disciplinas fazem as provas feitas por cada escola. Só aqueles que vão chumbar no 8.º é que podem propor-se a exame.

Eu é que devo ser muito burro, porque não entendo como é que um aluno que não não sabia o suficiente para passar o oitavo ano, vai, passado uns dias, poder passar em exames com a matéria desse ano, que não sabe, e do nono ano que nunca aprendeu nem assistiu a aulas.
Será que esperam um milagre? Será que não há nada mais importante para tratar e mudar na educação que propostas parvas e que não levam a lado nenhum?

5 comentários:

  1. Anónimo6/6/10 00:50

    É o facilitismo na sua expressão máxima. Assim como as Novas Oportunidades onde ninguém aprendeu rigorosamente nada.E depois admiram-se do País bater no fundo. Com medidas destas quem é que está disposto a aprender?

    ResponderEliminar
  2. É a anormalidade nacional no seu melhor, o paraíso dos imbecis, o novo Portugal a preços de prisunic!

    ResponderEliminar
  3. Vale tudo para aparentar que o país tem um nível de escolaridade superior ao que na realidade tem! Já não bastavam as "bolhas dos mercados financeiros", temos agora as "bolhas da escolaridade"!
    Num futuro próximo, teremos que estar mais atentos aos profissionais cujas acções podem determinar a nossa vida ou a n/ morte, pois nunca se sabe se entre eles estarão estes "brilhantes" cérebros...

    ResponderEliminar
  4. O que conta são as estatísticas, mais nada. Os barões de Bruxelas assim o determinam. Este país caminha para o fundo, a curto prazo, talvez dentro de cinco/dez anos, os espanhóis tomam conta disto.

    ResponderEliminar
  5. Também alguma dificuldade de compreensão dessa lógica...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo