sábado, julho 24, 2010

Dois reflexos de uma mesma realidade

reflexos

Passos Coelho já viu que meteu os pés com as suas propostas neo-liberais para alterar a Constituição e, sem querer dar o dito pelo não dito, mostrando que é mais voluntarista que racional, já começou a alterar um pouco o discurso. Claro que teve de tentar mostrar que algo de bom saiu do disparate e colocou o facto de isso ter demonstrado que o PS e o PSD são diferentes. Facto, é que nessa diferença acabou por se colocar bem mais à direita arriscando deixar todo o centro direita à mercê dos Socretinos. Com tantos disparates ainda volta a oferecer mais uma vitória eleitoral ao PS. Mas, digam o que disserem e por mais que queiram mostrar diferenças, são ambos reflexos de uma única realidade, o liberalismo das actuais politicas do capitalismo global.

2 comentários:

  1. Hmmmm... O que parece nem sempre é o que aparenta ser. Será possível que o Pedro Coelho seja tão estampido a ponto de ter marido a pata na forma dessa forma? Não é de crer. O que é quase certo é que se trate duma artimanha de hipócrita.
    Há coisas que são mais que certas. A continuação da degradação dos sistemas de saúde e de seg. soc. a sua acção, frisando o afastamento e condenação a do PSD relativamente a esses sistemas, deixa as duas castanhas quentes apenas nas mãos do governo-PS. Quando a altura das eleições chegarem, ele vai recordar a sua acção de agora e dizer que ele é que tinha razão.

    Não é muito diferente do que eu fiz na altura em que o Cavaco estourou e deixou roubar os fundos de coesão, só que não o fiz com a mesma hipocrisia. Os artolas e sabichões da época em que isso se passou gozavam-me, tomavam-me por estúpido ou, no mínimo, chamavam-me pessimista. Agora sou eu que tenho o direito a chamar-lhes estúpidos crassos.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo