sábado, julho 10, 2010

O Salvador da pátria...ou talvez não

Bloco Central

O antigo primeiro-ministro defende a necessidade de «um Governo de salvação nacional», que junte todos os «partidos do chamado arco democrático».
«Um bloco só central, ou seja, só PS e PSD, não merece muito a minha simpatia, agora, um Governo com uma maioria é indispensável. «Era necessário um Governo de salvação nacional onde, pessoalmente, admito a conveniência de ser chamado o próprio PCP e as diferentes forças sindicais à mesa das negociações». «PS e PSD sozinhos gera suspeita de que é uma concertação para protecção de interesses nomeadamente posições no aparelho de Estado», afirmou, defendendo um «movimento mais amplo». «Sei que isto parece quase utópico, mas é possível ir um pouco atrás dessa utopia. Quer PS e PSD, quer PS, PSD, CDS, na minha opinião, é pouco, mas é melhor do que a situação que temos agora».

Sempre brilhante este Santana e um bom amigo deste blog, não por o conhecermos, ser leitor ou comentador dele, mas pela inspiração que é para os meus bonecos de cada vez que abre a boca.

3 comentários:

  1. Será que abriu um concurso de idiotia e eu não reparei???

    http://porquemedizem.blogspot.com/2010/07/aquele-que-pretende-ser-o-supremo.html

    ResponderEliminar
  2. Parece ser um problema genético nele...
    beijinhos

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo