quarta-feira, agosto 18, 2010

União de facto

uniao de facto

O Presidente da República promulgou a nova lei que dá mais direitos às "uniões de facto", mas como já tinha acontecido com o casamento entre pessoas do mesmo sexo, veio afirmar que promulgar não é o mesmo que concordar. Mas, afinal, qual tem sido a sua relação com o Primeiro-ministro? Tem sido um casamento ou uma união de facto?

1 comentário:

  1. "Promulgar não é o mesmo que concordar."
    Essa necessidade constante de se desculpar pelos seus actos começa a ser suspeita... E irrita!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo