terça-feira, setembro 28, 2010

Abutres

Apesar do governo se ter comprometido a subir para os 500 euros o salário mínimo até 2011, António Saraiva, presidente da Confederação Industrial Portuguesa (CIP), garante que o salário mínimo nacional não vai subir para os 500 euros em Janeiro do próximo ano. "Não há condições", afirmou. Uma empresa que não tenha a acpacidade de aumentar um seu empregado em 25 euros o melhor mesmo é fechar as portas. Não são as pequenas empresas que se sentem ameaçadas por este aumento, mas sim os "Belmiros" e outros vampiros do mesmo género. Afinal são eles os principais empregadores de trabalho precário e de salários de miséria. Abutres que se alimentam da miséria e da pobreza.

5 comentários:

  1. http://homodivinus.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. há muitos abutres a manterem dívidas a juros de 9 e 11% para pagarem os 475 euritos
    quando o mais fácil seria falirem

    há abutres de muitas espécies

    e há pequeninos abutres e abutres velhinhos que já não sabem se são abutres ou carcassas

    ResponderEliminar
  3. e 25 euros por mês a 20 operários
    são só 500 por mês

    é um operário suplementar

    quando não há encomendas para pagar aos 21

    é muito

    ResponderEliminar
  4. SOLUÇÃO PARA A CRISE (ordenados até 2/3 mil euros):
    - acordos com cafés e restaurantes deste modo:
    ==> cada trabalhador recebia por dia 3 senhas de refeição - PEQUENO ALMOÇO 1 copo de leite (o leite é bom p'ros ossos e 1 café/ ALMOÇO 1 omelete (os ovos dão força)no outro dia um carapau (o peixe é bom p'ra saúde - no verão 1 sardinha)/ JANTAR 1 sopa de legumes (tem fibra é bom p'ra tripa)o que sobra no ordenado ia para impostos. CONCLUSÃO: o povo era mais magrinho e saudável sobrava mais dinheiro para a despesa publica e os gestores poderiam ter mais despesa de representação etc... até a casa em Belém podia ter por exemplo uma despesa maior que 10.000€ mensais em luz.

    ResponderEliminar
  5. Concordo com o NAT no ponto que estes 25 euros em muita PME, e que são o principal factor de emprego no interior, poderá ser complicado.
    Mas concordo com o KAOS porque os "Belmiros" andam à anos a fomentar o emprego precário, a pagar mal e porcamente aos funcionários e a explora-los para encher o bolso com milhões de lucros....

    Saudações Chaladas

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo