domingo, setembro 12, 2010

Foi-se a "Erecção de urina"


O Paulo Portas deve adorar o centrão. Os dois partidos que o constituem e que vivem no alterne do poder, por isso "incoligáveis", ambos seguem no mesmo sentido que ele. Pode variar a forma ou o ritmo, mas todos caminham para a liberalização e defendem o capitalismo global. Os dois partidos mais à esquerda, embora ambos se alimentem do sistema e nele vivam perfeitamente confortáveis, apontam num outro sentido (infelizmente só apontam). Isso faz com que qualquer coligação de governo só possa ser feita com ele, o Paulinho das feiras.
Há já algum tempo que estou convencido que o Passos Coelho na sua ânsia de poder nunca lá chegará. Começa-lhe a faltar a "erecção da urina" com que apareceu por aí. As últimas sondagens, onde já foi ultrapassado pelo Engenheiro, parecem confirmá-lo. Quanto ao dito Engenheiro, condenado a ser Primeiro-ministro de um governo minoritário, já começa a sorrir para o lado que lhe resta, o Paulinho.

3 comentários:

  1. Um trio com discursos diferentes ma com um só objectivo - O PODER.
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  2. Aqui na terra Nostra chama-se Tesão de Mijo

    ResponderEliminar
  3. Na minha terra chama-se disfunção eréctil generalizada.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo