segunda-feira, novembro 08, 2010

Nos tempos que correm...


Recebi um e-mail com este texto, sopre um programa que nunca vi nem sabia existi e não resisti a transcreve-lo aqui
Chama-se "Agora é que conta", passa na TVI" e é apresentado por Fátima Lopes. O programa começa com dezenas de pessoas a agitar uns papéis. Os papéis são contas por pagar. Reparações em casa, prestações do carro, contas da electricidade ou de telefone. A maioria dos concorrentes parece ter, por o que diz, muito pouca folga financeira. E a simpática Fátima, sempre pronta a ajudar em troca de umas figuras mais ou menos patéticas para o País poder acompanhar, presta-se a pagar duzentos ou trezentos euros de dívida. "Nos tempos que correm", como diz a apresentadora - e "os tempos que correm" quer sempre dizer crise - , a coisa sabe bem. No entretenimento televisivo, o grotesco é quase sempre transvestido de boas intenções.
Os concorrentes prestam-se a dar comida à boca a familiares enquanto a cadeira onde estão sentados agita, rebolam no chão dentro de espumas enormes ou tentam apanhar bolas de ping-pong no ar. Apesar da indigência absoluta do programa, nada disto é novo. O que é realmente novo são as contas por pagar transformadas num concurso "divertido".
Ao ver aquela triste imagem e a forma como as televisões conseguem transformar a tristeza em entretenimento, não consigo deixar de sentir que esta é a "beleza" do Capitalismo: tudo se vende, até as pequenas desgraças quotidianas de quem não consegue comprar o que se vende.
Houve um tempo em que gente corajosa se juntava para lutar por uma vida melhor e combater quem os queria na miséria. E ainda há muitos que não desistiram. Mas a televisão conseguiu de uma forma extraordinariamente eficaz o que o séculos de repressão nem sonharam: pôr a maioria a entreter-se com a sua própria desgraça. E o canal ainda ganha uns cobres com isso. Diz-se que esta caixa mudou o Mundo. Sim: consegue pôr tudo a render. Até as consequências da maior crise em muitas décadas.

Entretanto a apresentadora recebe 40.000€ por mês. Foi este o valor da transferência da SIC para a TVI. Uma proposta irrecusável segundo palavras da própria.

6 comentários:

  1. Pois as tv fartam-se de gozar com programas de caca e da desgraça alheia e fartam-se de oferecer euros à custa do "telefone são só 60 cent. e ganha logo mil € um carro etc" as pessoas não vêm é que esses telefonemas rendem milhares às tv bem como a publicidade paga a peso de ouro que a gente paga depois nas compras também a peso de ouro. Para o comercio (nomeadamente dos belmiros e jeronimos martins) isto nunca teve tão bom a venderem caro em quantidade onde pagam ordenados mínimos e pouco mais que mínimos e agora até à meia-noite (mas que com a nova lei dá logo + 2mil empregos directos, anunciaram) pois para quem não sabe estamos na época do natal e contratam muita gente para trabalhar 2 meses NOV e DEZ e depois vão para a rua e os outros lá ficam a trabalhar das 7 às 24 sábados domingos e feriados (eu sei como funciona) Até 1 de maio em 2011 devem abrir que é o mais certo. Há pessoal que diz depois do género: Acho bem que trabalhem domingo de tarde pois assim posso dormir mais umas horas domingo de manhã para ir de tarde às compras (entrevista apresentada na TV)outros já me perguntaram por que é que no dia de natal ou domingo de pascoa ou dia 1 de Janeiro não estão abertos. Viva o capitalismo fascista! Eu quero é pagar impostos para o governo gastar à brava! Pro ano vou votar no Aníbal pois sei que ainda não visitou os países todos do mundo

    ResponderEliminar
  2. Este programa de "caca", mais um,
    e esta apresentadora também de "caca", servem para estupidificar cada vez mais uma parte do País que não quer mudar!
    Por outro lado interessa, a nível político, que o povinho não abra os olhos, faz lembrar outros tempos, só que agora, em minha opinião, é muito mais GRAVE!
    Depois, o que também é grave, pagam vencimentos "pornográficos" a esta gente que "goza" com os "palermas" que
    aderem a estes programas!...

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  3. Convém esclarecer, o texto original pertence ao Daniel de Oliveira, e foi publicado aqui: http://arrastao.org/sem-categoria/a-caixa-que-adormeceu-o-mundo/ e no Expresso Online

    ResponderEliminar
  4. Equanto é q a dita senhora cobra por uma foda?Tudo tem um preço para estas 'personagens ' mediáticas....

    ResponderEliminar
  5. Anónimo das 15:54
    Obrigado pela informação. No mail que recebi não vinha a referencia ao autor

    ResponderEliminar
  6. Também para mim foi triste Vêr uma apresentadora que parecia pautar-se por Causas Nobres, deixar-se levar pelo dinheiro.Fiquei chocada e ainda hoje ainda que a mesma tivésse saído desse programa lamentável gostaria de perguntar-lhe Sim à Fátima Lopes, afinal era esta o desafio e o seu querer caminhar por terreno que a levasse a ter dignidade e a dá-la a quem por lá passa.
    Tanto dinheiro Fátima. Lembras-te das crianças que usáste para te fazerea tão boazinha que afinal nunca mais faláste nelas. LEMBRA-TE - Afinal eles continuam vivos e a sofrer a sua má sorte.
    Tenho pena e tristeza pelo que o dinheiro fez de ti. Se te sobrar um pouco escreve à família Mãe biológica da Pedra Preciosa, que leváste ao programa e ela não aceitou o que querias pagar-lhe.
    Se fosse a ela tinha aceite, porque hoje bastanta falta lhe faz.
    Lembra-te...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo