sexta-feira, janeiro 21, 2011

Tiros...na cabeça

Fernando Nobre afirmou: “Não é possível demover-me da minha intenção. Só há uma maneira: dêem-me um tiro na cabeça, porque sem tiro na cabeça eu vou para Belém”. Hoje, acabou justificando estas palavras por andar a receber ameaças anónimas por telefone.

Ainda não me tinha dado conta, na animação e no entusiasmo que esta campanha eleitoral está a provocar, que até já chegou ao ponto da ameaça física, da violência e até de tiros na cabeça. É que se a questão é mesmo só o ir para Belém, certamente que se arranja o dinheiro para um bilhete de eléctrico e até para lhe oferecer um dos óptimos pasteis que por lá se fazem.
Já manifestei a minha intenção de votar Coelho ao Poleiro, mas mesmo a dar tiros na cabeça, para aqueles que ainda acreditam que este sistema não está moribundo e pode ser reparado, votar Nobre pode ser uma solução. E, votar contra o Cavaco é imperioso.

2 comentários:

  1. As elites nacionais vão receber o meu cartão vermelho da mão do candidato José Manuel COELHO!

    Ainda acredito numa 2ª volta que depende dos portugueses e não das empresas de sondagens...

    ResponderEliminar
  2. Farto de Pulhas23/1/11 01:49

    Eu voto Nobre, é o único que numa 2ª volta tem hipótese de mandar o Cavaco prá Qtªa da Coelha. Ao menos ficam os pulhas todos juntinhos!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo