sexta-feira, fevereiro 04, 2011

O Drácula Alemão


Hoje há reunião dos lideres europeus a Merkel prepara-se para exigir a referência a um défice máximo nas Constituições dos países e a flexibilização das leis laborais. Intromete-se na soberania dos países, (se é que ainda existe alguma), e arroga-se em primeira-ministra da Europa. Foi a este estado de dependência que as politicas que nos têm governado e a nossa sujeição às directivas europeias nos conduziu. Não estará na hora de pensarmos pela nossa cabeça e fazer alguma coisa?


5 comentários:

  1. Meu caro amigo, até hoje temos pensado pela nossa cabeça e veja onde isso nos levou. Pelo contrário os Alemães têm pensado pela cabeça deles e veja como está o país deles. Já chega da pequenez tipica dos Portugueses, e que tal começar a olhar para fora e a copiar os bons exemplos dos países Nórdicos??

    Dizia um amigo meu há uns dias que a nossa seleção só fez alguma coisa de jeito quando esteve cá um estrangeiro a treiná-los. Eu respondi, se para termos um país em que para haver futuro e condições de vida também fizer falta um 1º Ministro estrangeiro, ele que venha.

    Já chega de politica à portuguesa. Lá fora esta a resposta do que fazer e como fazer bem feito, se assim não fosse os países do Norte da Europa não seriam dos mais ricos e que oferecem melhores condições de vida aos seus cidadãos. Portanto ponham esse orgulhosinho bairrista no bolso e toca a trabalhar a sério...

    Algum rigor Germânico não faria mal nenhum a este país nem aos seus cidadãos.

    ResponderEliminar
  2. Esta também estava no bacanal.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo4/2/11 18:38

    Alemania, País Moderno y Culto

    ResponderEliminar
  4. MEU CARO: por termos os políticos que temos, nunca poderemos pensar pela nossa cabeça, pois até a capacidade de a usar eles nos querem converter em impostos!
    Mas é estigma nosso, desde os tempos da monarquia! Estivémos sempre com a cabeça debaixo da pata dos "Dráculas"
    Neste caso, porém, talvez a senhora MERKEL conseguisse dar aulas ao burro sócrates que, para além de burro também é DRÁCULA!
    ABRAÇO
    LUSIBERO

    ResponderEliminar
  5. Anónimo4/2/11 19:53

    ..foi de u rigor absoluto a maneira como tratou dos banksters:deu-lhes dinheiro nosso e,agora,pagamos!E,não foram as greves a realizar este desiderato..

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo