domingo, abril 17, 2011

O padrinho


O país está doente como está e, embora eu nem acredite que a terapia que esta gente escolheu cure a maleita e muito provavelmente vai mesmo acabar por o matar, é fantástico ver como os esta gente continua a entreter-se com os seus duelos privados e com a ânsia do poder. O mais alto magistrado, a primeira figura da Republica, esse continua sem se mexer e a preferir incentivar e esperar para ver quem sai vivo da contenda. Afinal na casa deles nunca faltará o pão mesmo que nunca tenham razão.

1 comentário:

  1. Totalmente de acordo, como aqui o digo:
    http://comunicador-vox.blogspot.com/2011/04/portugal-aos-portugueses.html

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo