sábado, maio 21, 2011

Despeça-se

A escalada do desemprego continua. No primeiro trimestre deste ano eram já 688.900 as pessoas à procura de trabalho, o equivalente a uma taxa de desemprego de 12,4%, revelou ontem o Instituto Nacional de Estatística.

Degradante, vergonhoso, criminoso, inaceitável. O país está falido, endividado e em recessão e mesmo assim considera-se normal "haver mãos desempregadas e terras por cultivar".

1 comentário:

  1. Este "agarrado" ao poder como se
    fosse uma droga, que aplique a
    sua INCOMPETÊNCIA noutras paragens,
    como a outros alguém lhe vai dar
    a mão não o deixando desempregado!
    Já que a justiça dos homens não o
    penaliza pelo que fez ao País,
    que seja o POVO dia 5 de Junho próximo a fazê-lo!

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo