quinta-feira, maio 12, 2011

Dia 6 de Jubho de 2011


Todos vivem do sistema e o defendem, (uns mais que outros), e estão por isso obrigados a entender-se, mas o Passos Coelho já veio dizer que não governa com o PS, o Paulo Portas que não o faz com o Sócrates e todos sabemos que com o Louça e Jerónimo não há conversa. Todos dizem que com o Sócrates não governam, mas existe a possibilidade de o PS ganhar as eleições. E depois? O Cavaco, que não se coíbe de apoiar as propostas do PSD e descalçar a bota, vai cair da cadeira. Numa altura em que vão ter de colocar em prática o "Acordo de entendimento" para chegarem os milhões do FMI, só lhe vai restar a possibilidade de um governo de iniciativa presidencial, contra um Sócrates vitorioso, eleitoralista e com o poder de impor a sua vontade num Parlamento dividido. Só falta saber quanto meses vai durar esse governo e quando vai o Sócrates tentar ganhar mais uma maioria absoluta em novas eleições.

1 comentário:

  1. Caso ganhe o PS, ao Cavaco só lhe resta a demissão, o Passos tem o destino marcado, RUA, os barões não lhe vão perdoar. Aos restantes com mais ou menos sacrifício vão ficar mais uns anos sentados em S.Bento.

    Resta o Povo, esse vai continuar a carregar a canga do destino, da fatalidade, do infortúnio, da resignação, sem conseguir vislumbrar uma saída.

    Salvam-se os inconformados, os insubmissos, os que nunca se vergam.

    Abraço

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo