sábado, maio 07, 2011

Uma perfeita inutilidade


Estou a fazer este boneco antes de ouvir a anunciada comunicação ao país mas é como se já o tivesse ouvido. Já todos sabemos o que vai dizer e como o vai dizer. A necessidade de cooperação, de, entendimento, da grande oportunidade, blá blá blá.
Há muito que digo que o Cavaco é medroso e procura sempre fugir às responsabilidades, mas não aos louros quando as coisas correm bem (na preservativa deles). Fugiu das negociações mas lá vai ele sair do buraco, para fazer o discurso previsível e depois, para parecer que faz alguma coisa, chamar a Belém para ter umas conversas, um ou outro político, economista ou banqueiro. Uma perfeita inutilidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo