domingo, junho 26, 2011

O Borra-botas europeu


Durão Barroso despiu esta terça-feira, por momentos, a pele de presidente da Comissão Europeia para defender o seu legado à frente do poder executivo em Portugal, culpando implicitamente os governos que se seguiram ao seu pela derrapagem nas contas públicas e pela escalada da dívida.

E memória, não temos. Este pau-mandado dos poderosos da Europa, este borra-botas pensa que já o esquecemos? Lembramos muito bem o seu reinado e a sua fuga para a Comissão Europeia deixando o país nas mãos de um Santana Lopes. Um Baronete insignificante a imaginar-se alguém. Esqueça, que nós não.

2 comentários:

  1. É mais um merdas que não tem vergonha na "focinheira"!
    Palerma usado pela pseudo UE, a dar ar de poliglota importante,
    mas de memória curta, aliás curtíssima!...
    Gente fina é outra coisa, por isso fugiu deste País terceiro-mundista!

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  2. Depois do Santana - com que alguns (incluindo eu) pensaram que já não seria possível descer mais - veio o inginhirô Sócrates e o seu bando criminoso de Xuxas. Bem me enganei!... A tal ponto que cheguei a pensar: Volta Santana estás perdoado!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo