sábado, julho 16, 2011

Um parque sem poesia no centro

Há uns dias que andava para publicar este boneco, mas precisava de confirmar uma informação que tinha sabido. A de que o Isaltino Morais, que há muito devia estar a cumprir a pena de prisão a que foi condenado, transferiu o dinheiro que estava destinado à construção do Novo Centro de Saúde de Algés, (a maior ambição dos seus moradores há já dezenas de anos), para concluir a segunda fase do Parque doa poetas. O atual Centro de Saúde é um velho edifício de habitação, com escadarias e sem o mínimo de condições, situado já em Lisboa e que é frequentado por uma envelhecida população. De todas as formas possíveis os habitantes chamaram a atenção da Câmara de Oeiras para a necessidade de novas instalações, quer nas ruas, em intervenções nas Assembleia Municipais, que em Baixo-assinados com muitas milhares de assinaturas. Desde sempre a promessa de que no próximo mandato é que era o Centro foi sendo adiado de ano para ano. Nas últimas eleições, para além da promessa, deitaram abaixo una velha garagem dos bombeiros, fizeram lá um grande buraco, colocaram uma cerca de metal e vários cartazes com a imagem do futuro edifício do noco Centro de Saúde de Algés. Agora é que é, mas pelos vistos continua a não ser. O dinheiro que lhe estava destinado foi transferido para acabar a segunda fase do Parque dos poetas, a obra emblemática do Isaltino. Dá-se prioridade a pessoas de pedra e não às pessoas de carne. Haja vergonha.

9 comentários:

  1. Foi o 'povo' mais berm 'instruído' de portugal que elegeu a besta!Se não gostam e a justiça nada faz,contratem uns gajunços que lhe meta um tiro nos cornos!Ou toda a gente não sabe q o gajo do benfica,porto eo vale azevedo são uns gangsters(juntamente com os banksters...)e a merda da justiça de cortiça,recheada de gente que copia para ser juízes(ahahahah)nada faz.S
    Só aos pilha galinhas é q os metem nas prisões e matam quem dispara a 3 m por detrás dum gajo q gamou 2 pares de levy's!povo do caralho,gente de merda,por issso voytaram no partido do dias loureiro,oliveira costa,ferreira do amaral,duarte lima,o cabvaco/(oh, cavac:em q banco é q devo meter as massas para multiplicar por N?(no BPN?).................
    Meu amigo,o poder tem que cair na rua e foder estes gajos para acabar com a Barbárie

    ResponderEliminar
  2. Não sei se sabe mas a culpa foi do Tribunal de Contas que não concedeu o visto à obra. Se não fosse o TC a obra já estaria praticamente a ser concluída. E não se esqueça que quem devia pagar esta obra era o Ministério de Saúde e não a CMO.

    ResponderEliminar
  3. Os tiros deviam ser disparados nos cornos de muitos mais!
    Há tantos que nem tem conta!...
    Concordo com a revolução nas ruas
    mas não com cravos que já estão podres!....

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  4. Anónimo,
    Nem eu diria melhor! Já vi que estou em casa. Nunca tinha postado mas sou seguidor assíduo do kaos. É reconfortante saber que ainda há gente que não anda a dormir, que não vota a dormir, que não vê os Telejornais a dormir...

    A hora há-de chegar... ou se calhar não... Um povo que aguentou 50 anos calado, a passar fome e a levar porrada vai aguentar 500 anos da Ignorânciocracia em que vive. Que não lhes falte o futebol, Fátima já era, fados vão havendo... E Algarve também. E concursos de dança no canal publico (a ser privatizado - e esta privatização é daquelas com que até concordo)
    Desculpem estar-me a esticar...
    Mais não digo, cumps.

    ResponderEliminar
  5. Os tiros deviam andar a ser disparados há mais de trinta anos. A começar pelos gajos que andaram a ocupar as casas dos outros e pelos que nunca fizeram nenhum (nem a barba nem o cabelo...) e se viram de um momento para o outro com património em mãos caído só eles sabem de onde. Juntemos-lhes os neo-liberais que andaram e andam para aí e não há balas que cheguem! É que a ladroagem neste País já vem de longe...

    ResponderEliminar
  6. mais vale isaltino em algés

    que MSul do Tejo a 5 milhões ao ano em Al Mamada

    ResponderEliminar
  7. Mas isto é que se chama defender a Cultura!

    ResponderEliminar
  8. Futebol, Fátima e Fado era noutro tempo!
    Agora confunde-se e mistura-se O
    País com futebol!
    Chegam as TV a dar reportagens de desporto (FUTEBOL) todas ao mesmo tempo como se o desporto fosse só isso!...
    Nem todos gostam do amarelo!...
    Ao anónimo das 22.00, não é Algarve, agora chamam-lhe ALLGARVE
    é mais fino para as mentes que inventam os estrangeirismos!...
    Pobre País ao que chegou!....

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo