quinta-feira, agosto 11, 2011

Imposto de sangue


O Instituto Português do Sangue (IPS), que está a fazer auditorias para adquirir um certificado de qualidade, segundo as normas europeias, vai lançar um concurso público internacional, até ao fim do ano, para poder vender sangue à indústria para ser transformado. Segundo o presidente do IPS, Álvaro Beleza, que acompanhou, o ministro da Saúde, Paulo Macedo, num apelo às doações entre os banhistas na praia de Carcavelos, Portugal usa apenas 90 mil unidades das 400 mil que recolhe anualmente.

Nãp quero aqui beliscar sequer aqueles que de uma forma altruista e generosa doam o seu sangue e com isso ajudam a salvar muitas vidas. O que me assusta é já ver esse sangue a ser transformado em negócio e ser vendido à industria. O que me aterrorisa é pensar que eles ainda possam pensar em criar um Imposto de Existir que todos teriamos de pagar...em sangue. Só os mais pobres, que o dos mais ricos é azul. Com esta gente nunca se sabe o que lhes passa pela cabeça.

7 comentários:

  1. E ainda há quem negue a existência de vampiros.

    Um abraço,
    mário

    ResponderEliminar
  2. Pode até muita gente deixar de dar sangue pelo que vou dizer, mas já me estou a marimbar também:
    Cada saquinho de 0,250l que o IPS vende a um Hospital publico, custa tão somente 250€. Chulos!

    ResponderEliminar
  3. Grande negócio! Já nada me admira neste país. Se são capazes de vender as Águas que correm livres e que são de todos nós, a privados, que nos farão pagá-la ao preço de engarrafada, porque não vender o sangue que nos corre nas veias? E ainda irão arranjar maneira de nos fazer pagar pelo ar que respiramos, pelo sol dos dias bonitos, pela chuva que lava os passeios...

    ResponderEliminar
  4. Qual a admiração!.Não foi o que nos fizeram sempre.Agora alem do sangue é sugar tudo até ao tutano.Cambada de ladrôes,mentirosos e vigaros.

    ResponderEliminar
  5. É engraçado (ou não tem graça nenhuma)ver um apelido "BELEZA" associado ao negócio do sangue sim no país dos tugas tudo é negócio, a saúde a justiça, a vida dos que recebem pouco, Futebol, Fátima, os fogos (a EMA onde recebem balurdios e no inverno continuam a receber sem fazer nada em casa, acodem aos fogos 1 hora mais tarde para render mais o vôo), chamadas de solidariedade para engordar as TV a publicidade paga a peso de ouro que os compradores pagam nos artigos em prateleira...etc etc etc

    ResponderEliminar
  6. a tv cabo vende canais livres

    ResponderEliminar
  7. Bom dia

    De novo saúdo a lucidez dos seus comentários e a forma extraordinária de os comentar com imagens.
    Contudo este boneco surpreendeu-me ainda mais pois fala de uma noticia que me passou completamente despercebida e que me tocou profundamente. Fazer negócio com o que é altruismo e bondade de pessoas ultrapassa tudo. Qualquer dia ainda começam a vender os orgãos dos Portugueses.
    O BPN, os submarinos e o despesismo da Madeira pelos vistos são das razões principais para todas estas negociatas que agora assistimos e assistiremos.

    Obrigado por toda a sua atenção
    O Padeirinho da Ajuda

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo