quarta-feira, agosto 17, 2011

Sem oposição no calr do Verão


PS, PCP e Bloco de Esquerda chumbam o discurso de Passos Coelho. Os socialistas acusam o Governo de tomar uma única medida para o crescimento económico ou para cortar na despesa. PCP e Bloco de Esquerda acusam Passos Coelho de fazer chantagem com os portugueses quando fala em sacrifícios.

Custa-me a entender que a oposição a este governo, que tem aproveitado o Verão para anunciar gravissimas medidas para os cidadãos e para o país, e pouco mais faz que algumas declarações para mostrar a sua discordancia enquanto esperam pelo fim das Férias. O que se está a passar é grave demais para não haver já uma mobilização e acções contra estas políticas e estes politicos. Quando o Passos Coelho pede que se evite o clima de conflito social mostra exactamente qual o único caminho a seguir; o do conflito social. Do PS não espero grande coisa para além de uns discursos de ocasião e uns floreados oposicionistas no Parlamento, mas do BE e do PCP esperava-se que estivessem já na rua e não a apanhar sol em alguma praia do Algarve. Este governo tem de ser travado e já.

3 comentários:

  1. Tem TODA A RAZÃO!
    Dá a impressão que nada se passa e que vivemos e nadamos em águas límpidas!
    É uma vergonha que estes"políticos"
    não tomem consciência séria de que a situação é BEM GRAVE!...

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  2. Excelente boneco e bem actual.

    Será que a crise também se fez sentir das acções desta gente? Vejo-os muito subservientes, muito certinhos, demasiado institucionais, ainda ontem (SIC-Notícias) o Ruben de Carvalho, outrora todo práfrentex, qual revolucionário chegado de Cuba, é agora um cordeirinho amansado, que mede cada palavra que diz, conformado com o sistema (ao qual pertence, diga-se) parecendo até sem matéria para confrontar o seu amigo (de extrema direita) de debate, chegando até a proferir a "maquiavélica" palavra "esquerdistas" para além de "vândalos" referindo-se aos esfomeados de Londres. Enfim, sinais dos tempos, onde o ser atinadinho e certinho (vulgo bétinho) é a norma.

    ResponderEliminar
  3. O Vidreiro17/8/11 19:22

    Pois é, viver 35 anos na democracia burguesa,cria os seus vicios e uma maneira diferente de ver e abordar os problemas,com que o povo se ver.Isto só lá vai à trancada,porque todos eles,uns mais outros menos, mas todos comem da mesma gamela e o Zé que se lixe.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo