sábado, setembro 17, 2011

O Saca-impostos do Passos Coelho


Depois de na véspera ter afirmado na Assembleia da Republica que ainda não sabe muito bem como vai aplicar a exigência do FMI em baixar a TSU, em quanto o vai fazer e onde vai buscar o dinheiro para cobrir o buraco na segurança-social, era necessário fazer ainda muitos estudos, o Passos Coelho foi para a Polónia anunciar essa baixa e que será o aumento do IVA que o irá financiar.
Já percebemos que este governo pratica a filosofia de que quando o Estado necessita de mais dinheiro, aumenta impostos sem olhar às causas nem às consequências. Neste caso é a falácia da descida da TSU que supostamente deveria possibilitar uma baixa dos preços na produção e assim uma maior competitividade das nossas exportações. Claro que já todos conhecemos as lições do passado e sabemos que esse dinheiro vai ser utilizado para cobrir as dificuldades financeiras que muitas empresas estão a passar em alguns casos e para comprar Ferraris e casas em quintas, sejam elas da Marinha ou da Coelha.
O que este governo parece não se dar conta é que com tanto aumento de impostos e com tantos sacrificios que impôe acaba por matar a galinha dos ovos de ouro. Sem dinheiro os portuguêses não compram, o comércio não vende e as empresas deixam de receber encomendas. Com isto cria-se mais desemprego, com aumento dos custos sociais, e redução de receitas fiscais, quer dos cidadãos quer do comércio e industria. O Estado passa a receber menos, o PIB baixa tornando mais difícil cumprir com as metas do défice para acabar a fazer mais do mesmo; subir ainda mais os impostos.
Podemos por isso estar preparados que para além de novos aumentos brutais de impostos já previstos para 2012 ainda nos vão apresentar a conta de mais 3500 milhões de Euros para compensar a exigência da descida de 8% na TSU.
Não está na hora de irmos todos para a rua fazer-lhes um manguito?

3 comentários:

  1. Os criados do capitalismo entraram naquilo que se chama de realimentação positiva,ou seja,o fazem só vai aumentar a 'descida aos infernos'..talvez seja,o principio do fim.

    ResponderEliminar
  2. Um manguito e businão do tamanho do mundo mas com milhões de dedos médios bem erguidos!...
    E se possível mudar esta merda de vez!....

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  3. Será que as centrais sindicais ainda não se entenderam para tomar uma posição conjunta e mobilizar a populaça para uma paralização total e só retomar o trabalho quando esta gente for destituída?.Ou será que já não à gente de tomates!?.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo