sábado, setembro 24, 2011

A Super Lei dos Super despedimentos




O Governo apresentou uma proposta para flexibilizar os despedimentos, onde se inclui alterações ao conceito de justa causa, passando os trabalhadores passando também a ser razão para despedimento não atingir os objectivos previstos, haja quebra de produtividade ou da qualidade de trabalho.

Como tinha defendido primeiro, escondido depois quando viu que não subia nas sondagens, o Passos Coelho é um defensor do fim da "justa causa" nos despedimentos. A proposta do governo para a nova lei laboral (não há um raio de um governo que não a altere uma ou duas vezes em cada legislatura) não passa de uma forma encapotada de possibilitar o despedimento fácil. Quem podia aproveitar esta lei era o próprio Passos Coelho e despedir o Álvaro Santos Pereira por improdutividade total. Nem o ser Ministro da Economia e do Trabalho e se estar a discutir uma Lei Laboral o faz aparecer. Será que ainda nada a apagar as luzes pelo ministério?

2 comentários:

  1. Kaos
    Caro amigo, já leitores se tinham queixado, ameaça de vírus!
    Andam a tentar acabar com o seu blog.

    Abraço
    Karocha

    ResponderEliminar
  2. Karocha
    Se estás a ter problemas tenta o meu blog do wordpress
    WEHAVEKAOSINTHEGARDEN.WORDPRESS.COM
    bjs

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo