domingo, outubro 30, 2011

Os Sobreiros das Patacas


«Em entrevista exclusiva ao Correio da Manhã, a ministra da Agricultura e Ambiente, Assunção Cristas, admite ter dado informação errada ao parlamento sobre a barragem do Tua. Mas, mesmo assim, já ordenou o abate de 1104 sobreiros e 4134 azinheiras.
A zona onde se vai construir a barragem está inserida numa região classificada como património da Humanidade pela UNESCO, que agora pode ser posta em causa com esta decisão. Na primeira grande entrevista que dá como ministra, Assunção Cristas diz também que não sabia que o escritório de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados, onde trabalhou antes de ir para o Governo, tem como cliente a concessionária da barragem do Tua, a EDP. »

Mas afinal que raiva é esta do CDS para com os sobreiros? Parecem ser a sua árvores das patacas.

3 comentários:

  1. Quando os porcos começam a comer farinha ficam a detestar a bolota

    ResponderEliminar
  2. ó filho os sobreiros tão cheios de carvão do entrecasco e ninguém já sabe tirar cortiça só os mouros

    as azinheiras são um fóssil económico que custam 10 ou 12 milhões ao ano em estudos pareceres

    e coisas assim e só dão bolota e tão velhinhas que ninguém as planta nem elas nascem

    e quando nascem os mês bizinhos passam-lhes com os rodados por cima pra nã lhes estragar o estacionamento

    e nem tenho praia por perto mas elas todos os anos dão pa churrascar sardinhas acender lareiras em casas com pretensões a castelos

    que pagam menos de IMI do ca eu
    e mesmo assis atiram-me as azinheiras abaixo pra poupar na lenha dos ciganos e doutros empreendedores

    ê já perdi 200 e ninguém se rala
    e nem siquer eram azenheras alentjanas eram serrenhas...

    tamém já malevaram os porcos todos pra qué queu queria as azenheras

    riscam os carros...e os todo o terreno

    ainda me sobram umas 100 em 5000 metros quadrados

    se gosta assis tanto delas
    leve-as pra casa

    ou faça-as em carvão
    que a serra é fria no Inverno
    e a sardinha é quente no Verão

    ResponderEliminar
  3. Esta história tem um detalhe que faz toda a diferença face à anterior: a EDP tem como accionista o Estado, não é uma empresa detida pelo RES/BES.
    O boneco mostra uma Assunção está pouco decotada.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo