terça-feira, janeiro 24, 2012

Ajudem os Silvas


Onde está a tão apregoada solidariedade dos portugueses? Veio o pobre do Sr. Silva manifestar as suas dificuldades em pagar todas as suas despesas com os meros 10 mil euros que recebe das pensões e em vez de apoio todos se mostraram indignados com as suas afirmações. O homem que trabalha que nem um Mouro, que descontou 40 anos como professor universitário, mais 30 no Banco de Portugal sem falar dos 8 anos como Primeiro-Ministro e já vai em mais 6 de Presidente da Republica. Ele já trabalhava ainda estava na barriga da mãe, um homem que pode dizer que nunca tem dúvidas e raramente se engana e que todos sabem ainda estar para nascer alguém mais honesto que ele. Um homem sentimental que adora o sorriso das vacas no campo e aprecia o prazer, o deleite que sentem quando as ligam à ordenha mecânica. Um homem que tem a difícil missão de defender a Constituição, mas não quer criar problemas ao governo vetando um orçamento carregadinho de inconstitucionalidades. É a esse homem que negamos solidariedade.
É para corrigir essa situação que logo às 17:30 vou a Belém juntar-me ao movimento que pretende fazer uma recolha de moedas para entregar ao aflito Sr. Silva. Temos de ser uns para os outros, não é?

PS: Eu bem queria fazer bonecos de outros "bonecos" deste nosso Jardim, mas o Sr. Silva não deixa

12 comentários:

  1. É assim a vida.
    Há sempre uns labregos que se safam e bem, contanto umas tretas ao pessoal.
    A nossa vida politica está cheia de cromos como este .

    Jurou a Constituição ou jurou defender quem lhe paga melhor ?

    ResponderEliminar
  2. Mais patetas que o pateta do silva só os tontos que se vão a Belém... Reunirem-se para pedir que se investigue a participação do silva no BPN, ou para pedir que se julgue o sócrates por gestão criminosa ainda se percebia e apoiava... agora para darem umas moedas ao gajo???... só mesmo em Portugal...

    ResponderEliminar
  3. Realmente, o nosso Presidente te mesmo que aproveitar a comidinha barata da Assembleia da República.
    E é se quer poupar uns trocos!
    Estou penalizadissima com a situação dele!
    E vai parecer tão mal se isto se sabe lá fora...
    Portugal estar a pedir empréstimos e a vender o patrimonio é uma coisa, agora ter um presidente mendigo... é outra! Que Diabo!!!!!

    ResponderEliminar
  4. 10 mil limpos? adonde?24/1/12 23:27

    com impostos são só 5500 ilíquidos

    paga 45% de IRS

    a não ser que inclua a da mulher

    100.000+800x14=120 mil/2

    60mil paga quanto

    sei não

    mas por essa ordem de ideias dos 16 mil que ganhava em 9 ou 11 meses ao ano..

    davam aí uns 1500 ao mês...estranho nunca recebi isso

    mesmo quando arrecebia mais lá prós boches vinha sempre menos na conta

    ResponderEliminar
  5. vamos ajudá-lo:


    http://peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N19503

    ResponderEliminar
  6. vamos ajudá-lo:


    http://peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N19503

    ResponderEliminar
  7. vamos ajudá-lo:


    http://peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N19503

    ResponderEliminar
  8. Será que Cavaco receia que no futuro as suas pensões não lhe permitam viver com dignidade?

    Depende. Cavaco optou por apoiar aqueles que sempre apostaram na destruição do Estado Social. A maioria deles situa-se na escala de rendimentos dos 5% do topo. Cavaco pertence a esse importante grupo? Claro que não. Cavaco pertence, em termos de grupo social, à classe média alta. A classe média alta vai beneficiar com desmantelamento do Estado Social? Alguns vão beneficiar e a maioria talvez não. Assim Cavaco pode vir a necessitar do Estado Social quando já não exista. Vamos supor que Cavaco vai precisar no futuro próximo de hemodiálise. De acordo com a sua companheira Manuela Ferreira Leite, como tem mais de 70 anos só deve ter acesso a esse tratamento se o pagar. As reformas de Cavaco, possivelmente, comportam o tratamento da hemodiálise. Mas vamos admitir que simultaneamente, um neto um filho ou outro parente mais próximo, é atingido pelo infortúnio de contrair uma doença rara. Nesta infeliz situação as pensões do Cavaco começam a ser pequenas.

    Cavaco ao referir-se às suas pensões, inconscientemente (no sentido Freudiano), deixou-se conduzir pelas suas preocupações mais profundas. O resultado foi desastroso mas revela que Cavaco sabe muito bem as consequências que no futuro o podem atingir a ele próprio como também a muitos familiares e amigos. Obviamente que a ideia de desprotecção social o aterroriza, principalmente quando se é seu primeiro responsável político e pode levar a dizer muitas coisas impensadas nomeadamente que treze mil euros de pensões são insuficientes.

    Cavaco ajudou a catapultar muita gente para os 5% do topo por processos, no mínimo, pouco transparentes.
    Será que Cavaco está a lançar um SOS a todos aqueles empurrou para o topo dos 5% de que ele Cavaco se sente desprotegido e chegou a hora de retribuírem?

    ResponderEliminar
  9. A malta tá na miséria e o País uma desgraça. E foi-se fazer uma manifestação porquê? Porque o Silva abriu a boca e saiu trampa. Tudo a afundar, mas o que conta é mesmo o foguetório. Quem se ri é o Sócrates... Para lhe pedir satisfações não há manifestações...
    António

    ResponderEliminar
  10. Há muito que acho essa questão com o Sócrates ser coisa para cair no esquecimento. é o país que temos!
    Ainda não entenderam que não convém a ninguém do governo (e não só) mexer nessa vespa?
    É que se essa vespa se espanta, muita água vai correr e muita bronca vai rebentar.
    Pena tenho eu de ter gramar estes tipos, apesar de nunca ter votado neles.
    Laura B. Martins
    http://apoliticadospoliticos.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  11. Vão mas é visualizar isto que merece a pena.É como um despertar.

    http://www.youtube.com/watch?v=DXuBYn9Vccw&feature=related

    ResponderEliminar
  12. Ó Laura, vocemecê é muito poucochinha, não é?Desde aquela cena dos ordenados nunca terem sido pagos á semana no tempo do botas..ai ai.Brote e torne-se uma florbela espanca ,mulher!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo