segunda-feira, janeiro 09, 2012

Pianto pagliaccio


A Associação Nacional de Farmácias (ANF) garante que vai suspender a partir de hoje o crédito ao Governo da Região Autónoma da Madeira, alegando que o mesmo “não tem cumprido o plano de pagamentos para recuperar a dívida ao longo dos próximos oito anos”. O Executivo liderado por Alberto João Jardim deve cerca de 77 milhões de euros à ANF, que não recebeu o dinheiro de uma parte da dívida que deveria ter sido paga. “O pagamento não foi efectuado, nem foi dada qualquer explicação”, diz a associação em comunicado. Assim, a partir de amanhã, todos os beneficiários terão de solicitar directamente ao Governo Regional a comparticipação no preço dos medicamentos, que até agora era logo descontada pelas farmácias.

Mesmo depois de se saber do buracão de 6 mil milhões nas contas da Madeira o Bicho da Madeira não se poupou, nem aos habitantes da ilha, a lautas inaugurações bem regadas nem a fartas promessas. Agora que já se reconfirmou no poder chegou a hora de começar a pagar mas como sempre quem vai pagar em sacrifícios e pobreza são os cidadãos. Lá como cá, uns engordam outros apertam o cinto.

11 comentários:

  1. Anónimo9/1/12 17:37

    Passou de palhaço rico a palhaço pobre ?
    A SIC não disse nada !

    ResponderEliminar
  2. UM PALHAÇO! Sem ofensa aos ditos, claro!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo9/1/12 20:45

    ficava bem referir: 1 que o ajj levou sopa do vitor com o dinheiro do IVA, 2 que pela primeira vez em muitos anos anda a falar pouco (embora continue a ser de mais!) 3 havendo tanto por onde cortar no orçamento da madeira ninguém lhe pergunta porque começou justamente por cortar na saúde? não haverá outras despesas por onde possa começar? exemplos: ordenados dos políticos regionais, fogos de artifício, carros dos políticos, empregados a mais na administração regional, combustíveis, representações, almoços, flores,jantares, bilhetes de avião, subsídios ao maritimo e ao nacional...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo9/1/12 20:45

    ficava bem referir: 1 que o ajj levou sopa do vitor com o dinheiro do IVA, 2 que pela primeira vez em muitos anos anda a falar pouco (embora continue a ser de mais!) 3 havendo tanto por onde cortar no orçamento da madeira ninguém lhe pergunta porque começou justamente por cortar na saúde? não haverá outras despesas por onde possa começar? exemplos: ordenados dos políticos regionais, fogos de artifício, carros dos políticos, empregados a mais na administração regional, combustíveis, representações, almoços, flores,jantares, bilhetes de avião, subsídios ao maritimo e ao nacional...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo9/1/12 22:22

    desculpem lá esse cabeça de porco que os euros fizeram-se afinal para enrolar á volta de uma cana e mandar ao ar e estoirar...só lá continua porque o deixam!!!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo9/1/12 22:27

    saíam da volta turística da madeira e vejam a miséria que lá existe esse e outros deviam ir a tribunal por terrorismo e atentado contra a humanidade pois o cabeça de porco pratica terrorismo da morte lenta como os governos de cá mas isso de por o povo na miséria e na fome nunca é considerado atentado á dignidade humana só os xinas russos cubanos coreanos do norte é que são os maus da fita

    ResponderEliminar
  7. Anónimo9/1/12 22:29

    aproveitem o carnaval e emigrem o gajo de portugal

    ResponderEliminar
  8. Zé Povo9/1/12 22:33

    Sempre que leio estes "casos" mais convencido fico de que alguma coisa tem de ser feita e não pode ser com paninhos quentes.
    Há que vencer o comodismo e a inércia.
    Somos nós os "palhaços" porque eles fazem as palhaçadas e quem paga o espectáculo somos nós.
    Como sempre o Kaos na primeira linha do momento político, como só o Kaos sabe fazer.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo9/1/12 22:34

    http://aventar.eu/2011/12/21/o-regresso-do-fb-leaks/

    ResponderEliminar
  10. Anónimo9/1/12 22:41

    http://www.humornanet.com/servlet/sitem?itm=9870&mod=arq&cat=7


    faltavam estes

    ResponderEliminar
  11. Anónimo9/1/12 22:47

    e o bochechas também pode ir acho piada ao anuncio de um documentário que vão passar sobre ele na RTP onde ele diz (há muitos anos) vêm ai tempos difíceis (QUEM NÃO O CONHEÇA DIZ QUE O HOMEM ATÉ PARECE QUE ADIVINHAVA MAS AFINAL O CABRÃO AVISAVA O PESSOAL QUE OS GAJOS QUE AI VINHAM A COMEÇAR POR ELE ERA MESMO PARA FODER TUDO E TODOS COMO O 11 MARÇO E O 25 NOVEMBRO NÃO PEGARAM...

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo