sábado, fevereiro 25, 2012

Desempregado com "Gestor de Carreira"


Os desempregados inscritos nos centros de emprego vão passar a ter um gestor de carreira, de modo a tornar mais fácil o seu regresso ao mercado de trabalho, segundo anunciou o ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, no final do Conselho de Ministros no qual foi aprovada o Programa de Relançamento do Serviço Público de Emprego. O programa prevê ainda aumentar em 20 por cento o número de ofertas captadas pelo centro de emprego e aumentar o número de colocações de trabalhadores desempregados através destes centros em 50 por cento até 2013.

Assusta-me a imagem de desempregado com "Gestor da Carreira". Há carreiras melhores e há ministros que não merecem a que têm. Deve estar a contar com os "Pasteis de Nata" para aumentar em 50% o número de colocações de desempregados pelos centros até 2013. Se estas coisas se fizessem por decreto era tão fácil, não era?

5 comentários:

  1. O (C)ANIBAL foi dizer ter ficado surpreendido e preocupado com o desemprego em Portugal. SERÁ QUE O FILHO DA PUTA QUE AFINAL PASSA TANTO TEMPO EM VIAGENS E NO ESTRANGEIRO PENSA QUE É PR DE OUTRO PAÍS E SE SURPREENDE PELO QUE SE PASSA NO PAÍS DA TANGA? NÃO SEI SE DEVERÁ SER JULGADO POR GESTÃO DANOSA OU INTERNADO NUM HOSPÍCIO POIS O GAJO ACHO QUE ESTÁ SENIL OU IMITA BEM (APANÁGIO DO POLITICO TUGA)

    ResponderEliminar
  2. sim esse filho de uma meretriz,está completamente senil.Mas preparem-se meus amigos, que dita dura está a regressar...

    ResponderEliminar
  3. O designado "Gestor de Carreira", não passa, no fundo, de um policia do desemprego.

    Infelizmente, em Portugal, a incompetência de quem governa, origina que, quando não existem ideias originais, vai-se copiar o que já é feito lá fora, mas, infelizmente, quase sempre com maus resultados.

    A grade verdade, é que o desemprego tem vindo a aumentar em Portugal e irá continuar a aumentar.

    Os centros de emprego, não passam de uma farsa inoperante para se dar trabalho a "tachistas", que não são úteis ao Estado.

    ResponderEliminar
  4. Nem mais e está tudo dito...

    Retirado de JS.

    Os centros de emprego, não passam de uma farsa inoperante para se dar trabalho a "tachistas", que não são úteis ao Estado.

    ResponderEliminar
  5. deve ser assim: eu estou desempregado mas dou emprego a um gestor, depois arranjo emprego como gestor do meu ex-gestor que entretanto perdeu o emprego porque eu deixei de ser desempregado.
    Um abraço a tirar o curso para iniciar a carreira

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo