sábado, fevereiro 18, 2012

Gente sem relevo nenhum


O gabinete do ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, encomendou em Dezembro, à Gráfica MaiaDouro, SA, a produção, por ajuste directo, de uma centena de exemplares do programa do Governo, denominado "Compromisso para uma Nação Forte". O preço contratual foi de 12 mil euros, o que significa que cada exemplar, feito em papel couché semimate, custou 120 euros. A capa do livro tem um fundo em tons de cinza-prata e apresenta uma ilustração em alto-relevo. Segundo adiantou ontem fonte do gabinete de Miguel Relvas, os exemplares destinam-se exclusivamente ao Governo. Trata-se de uma edição, toda a cores, cujo conteúdo é idêntico ao programa de Governo e ao balanço dos 100 primeiros dias do XIX Governo Constitucional.

Tirando os 12 mil euros o que achei mais interessante é o pormenor, a iniquidade, a cagança de se darem ao luxo de terem nos seus gabinetes um exemplar do seu, deles, "Compromisso para uma Nação forte" em cima da secretária. A cores, em coché semimate e com capa em tons de cinza-prata e ilustrações em alto-relevo. Um compromisso onde está o compromisso de acabarem com o desperdício do Estado, custe o que custar.

7 comentários:

  1. Um tiro nos cornos do plutocrata!

    ResponderEliminar
  2. Quando falaram em "meter" esta cambada no Campo Pequeno, não se mexeram....agora....

    ResponderEliminar
  3. O título era para ser "Compromisso para uma Nação traida"...

    ResponderEliminar
  4. Alguém, muito conhecido, já hoje disse na imprensa escrita que gostaria de ter um cinturão e acabar com toda esta malta à bomba!....
    A mesma vontade não falta a muita gente desde há vários anos!
    Razão tinha Otelo quando os quiz meter no Campo Pequeno, foi uma oportunidade perdida!..

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  5. Não me admira nada que entre as capas só existam páginas em branco! Bem pelo menos tinham poupado a tinta! Programa por programa prefiro o das festas da Nossa SRª da Agonia!
    Um abraço sem miguéis sejam eles vasconcelos, tavares, belezas, relvas ou guéis

    ResponderEliminar
  6. este sim, é o veneno letal desta seita...há-de levar nos coiratos como se impõe !!

    ResponderEliminar
  7. Calma...
    Já devia saber que toda a raça de governante, gosta de deixar a sua " Assinatura " para que mais tarde, conste para os Anéis da história.
    Uns fazem-no com Pontes , estátuas e Obras desnecessárias, outros, criam livrinhos para assim, se Imortalizarem.
    Certamente, alguns exemplares irão parar ao Museu do GOL para que a História relembre os "Grandes Maçons de Portugal"
    Não fosse esta malta, uns egocêntricos do caraças

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo