sexta-feira, março 09, 2012

Uma ponte sem fim


Uns reclamam e receberam o valor das portagens cobradas e também a compensação paga pelo Estado como se não as tivessem cobrado. São mais de quatro milhões que já colocaram a Lusoponte, o Secretário de Estado e o Passos Coelho a desmentirem-se uns aos outros. O Gaspar parece que também não sentiu a falta nas contas de 2011 desse dinheiro que nos tinha dito, quando acabou com a isenção do pagamento de portagens durante o mês de Agosto na Ponte 25 de Abril, ser fundamental para cumprir com as metas do défice.
Incompetência ou compadrio? Seja uma ou seja a outra estamos cá nós para gamarmos sena forma de impostos seja no corte de direitos e dignidade.

3 comentários:

  1. já o salazar se queixava dos custos da ponte

    e da corrupção americana associada

    das auto-estradas nunca ninguuém se queixa custam 2 agostos e meio por quilómetro

    e só em juros por mês custam qualquer coisa como 25 Agostos comparticipados e picos

    ao menos a ponte vai cheia

    e se tivessem pago os 150 palhaços desde 91....

    já nos tinha custado muito menos

    e se nã tivessem feito a vasco da tal a crédito

    e se...são muytos ses...se eu voasse era um saco de plástico?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9/3/12 15:34

    A brisa deveria de pedir uma indeminização atão não têm autoestradas no norte ás moscas vamos ajudar a pobre brisa com um impostito

    ResponderEliminar
  3. O secretário de estado dos transportes no olho da rua, nao seria uma boa medida? deixaria de mandar bocas foleiras e serviria de aviso no que repeita a exigência e competência. Mas como isso não é coisa que prolifere neste governo.......

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo