segunda-feira, maio 07, 2012

Integridade e corrupção


O combate à corrupção em Portugal está abaixo do esperado para um país desenvolvido, segundo um relatório do Sistema Nacional de Integridade. «Nenhum Governo até hoje estabeleceu, objectivamente, uma política de combate à corrupção no seu programa eleitoral, limitando-se apenas a enumerar um conjunto de considerandos vagos e de intenções simbólicas». O documento revela que, apesar dos esforços, muitas das leis criadas «estão viciadas à nascença, com graves defeitos de concepção e formatação», resultando na sua ineficácia, para além de se constatar a ausência de uma estratégia nacional de combate à corrupção.

Do governo para o privado e do privado para o governo, com muitos boys, muitos negócios e muitos lucros. Pagamos nós.



6 comentários:

  1. Anónimo7/5/12 09:45

    Se assim não fosse a "política" não lhes interessaria tanto!
    É o método de enriquecerem ilicitamente sem punição, daí serem tantos os candidatos "jovens" que pelo rendimento do trabalho de qualquer português comum não "vão" lá!....
    A realidade está à vista há muito!
    Os nossos lindos olhos não lhes interessa!

    Zé de Aveiro

    ResponderEliminar
  2. O problema é a nossa "democracia" ainda ser um bébé (48 anos de fascismo foi muito tempo) e a cidadania ainda ser uma miragem. Num país onde TODOS(*) estão comprometidos com TODOS(*), ou melhor, TODOS(*) têm telhados de vidro, eliminar esse flagelo torna-se tarefa gigantesca que só um governo popular poderia eliminar.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo7/5/12 13:01

    Logo,este governo é ilegítimo!estado de Direito ou de Direita?

    ResponderEliminar
  4. Anónimo7/5/12 19:17

    Ainda faltam muitos, não estão aqui todos!....

    ResponderEliminar
  5. Anónimo9/5/12 00:25

    havia de haver um exame psiquiatrico para se poder concorrer a PR

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo